.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: [R.I.P.] Tura Satana

7 de fevereiro de 2011

[R.I.P.] Tura Satana

Más notícias: a legendária atriz cult Tura Satana faleceu dia 04/02 nos EUA, aos 72 anos por problemas no coração.

Tura era nipo-americana. Criada em Chicago, num bairro pobre onde os orientais eram odiados, sofria preconceito das colegas negras que sempre a espancavam. Apaixonada por luta se tornou a melhor atleta feminina da escola, o que despertou inveja das outras meninas. Até que um dia, cansada de apanhar da gang, num golpe, derrubou cinco garotas de uma vez só. Tinha 12 anos. Foi expulsa da escola e mandada para um reformatório. Lá se tornou a líder de uma gang de garotas que usavam jaquetas de couro, jeans e coturnos. 

Aos 13, com o corpo desenvolvido para a idade e uma identidade falsa, fez trabalhos como modelo em trajes de banho e apareceu nua em um filme. De volta a Chicago, virou dançarina exótica conhecida pelo nome de "Galatea, a Estátua que Ganhou Vida", virou stripper e viajava as cidades americanas fazendo seu show Burlesco de clube em clube. 
Sua dança, seu rosto simétrico, seu belo corpo a fizeram ser eleita uma das 10 melhores dançarinas burlescas do século XX. Com 19 anos, Satana ficou grávida de sua filha Kalani, mesmo assim continuou dançando até os 8 meses de gravidez. 

Dançando, ela apareceu em diversos programas de TV e filmes. Em 1965 ela fez seu filme que a imortalizou no cinema: "Faster, Pussycat! Kill! Kill!", onde interpretava a personagem "Varla", uma sexulamente agressiva femme fatalle. Encarava cenas de luta, afinal, havia passado a infância lutando artes marciais, aikido e karatê.
Porém, em 1973, após a filmagem de um filme, Satana levou um tiro de um antigo amante. Após isso, passou quatro anos trabalhando como enfermeira em um hospital e depois trabalhou no Departamento de Polícia de Los Angeles como despachante, foi quando em 1981, ela sofreu um acidente de carro e machucou a coluna, passando os dois próximos anos fazendo em torno de quinze cirurgias.

Satana ficou famosa por namorar Elvis Presley, recusou a proposta de casamento do Rei do Rock, mas manteve o anel. Se casou em 1981 com um oficial da polícia que faleceu em 2000 e teve duas filhas de relacionamentos anteriores.

Tura deixou sua herança nas subculturas: tem um estilo muito copiado pela subcultura Pin up e anos 50, fora o seu sempre presente delineador  preto nos olhos. E não duvido que agora, após sua morte, sua imagem lendária se torne ainda mais admirada.

Tura Luna Pascual Yamaguchi
10 de julho de 1938 – 4 de fevereiro de 2011
  • 3Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

3 Comments

  1. Uau adorei essa mulher, a história dela é muito interessante, muito guerreira e ela tem uma personalidade própria.

    Blog Madness.
    http://www.insannidad.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Uma grande mulher!! Descanse em paz.

    ResponderExcluir
  3. Linda ela mesmo, não conhecia a história dela!
    Interessante.
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover