.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Estilo: Dândis nas Subculturas

5 de março de 2011

Estilo: Dândis nas Subculturas

Como vimos na postagem sobre a Moda Império, o estilo Dândi era baseado na simplicidade, em cores lisas e no uso limitado de acessórios. Os dândis do século XIX queriam que essa moda fosse permanente, um traje moderno e urbano, onde o tecido e o corte fossem mais importantes que os enfeites e acessórios. A maior herança dândi é a roupa masculina atual, que não muda há 200 anos.
O estilo dândi também marcou a história como vestuário de revolta, dissidência, contracultura. Jovens rebeldes que usaram o estilo como protesto. Através dos dândis, iniciou-se o uso de roupas pretas no traje masculino festivo. A cor preta era dos malvados, dos heróis literários, do luto; agora, era símbolo da rebeldia anti-burguesa. E é nesse momento que o preto se torna a cor da revolta. Começa aí a ligação do estilo com as subculturas.

Você vai encontrar facilmente o estilo dândi em duas subculturas: na gótica e na moda alternativa japonesa. E a explicação é simples: a estética de ambas  se baseia no século XIX.
Uma das características da releitura do estilo dândi nas subculturas, é que além da simplicidade e roupas bem cortadas, eles incluem toques de excentricidade e desconstrução do estilo. E a cor preta está sempre lá, simbolizando a eterna rebeldia juvenil.

Na moda alternativa Japonesa:
O estilo Ouji é inspirado nos jovens vitorianos, nos Teddy Boys ingleses (que se inspiravam nos dandis e na Era Eduardiana) e iniciou-se separado da subcultura Lolita, mas é constantemente ligado à essa estética por possuir fãs do estilo.  Ouji, que significa “Principe”, também é chamado de “Aristocrat” no Japão. No ocidente, o estilo é conhecido como “Kodona”, que é a junção de kodomo + otona = criança + adulto, mas esse termo não existe no Japão.
As meninas também adoram usar o estilo. 



Na subcultura gótica:
A base da estética gótica tradicional é o século XIX, e como os góticos são apaixonados por moda e pela reinterpretação de vestimentas históricas, é nessa subcultura que podemos encontrar a maior variedade e criatividade do estilo dândi, desde o clássico, passando pelo romântico, o vitoriano e chegando até o steampunk.



Impossível falar de dândis e não falar do roqueiro Marilyn Manson. Manson adotou o estilo no final dos anos 1990 e não largou mais. O contraste da estética impecável dândi com o visual “grotesco" é o diferencial.



Veja também:
Estilo Império na moda Alternativa Feminina
O Século XVIII e XIX: Diretório, Império e Regência



Acompanhe nossas mídias sociais: 

Pedimos que leiam e fiquem cientes dos direitos autorais abaixo:
Artigo das autoras do Moda de Subculturas.
É permitido usar trechos do texto como referência em seus sites ou trabalhos, para isso precisa obrigatoriamente linkar o artigo do blog como fonte. Compartilhar e linkar é permitido, sendo formas justas de reconhecer nosso trabalho. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui presente sem autorização prévia. É proibido também a cópia da ideia, contexto e formato de artigo. Plágios serão notificados a serem retirados do ar (lei nº 9.610). As fotos pertencem à seus respectivos donos, porém, a seleção e as montagens de imagens foram feitas por nós baseadas no contexto dos textos.
  • 21Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

21 Comments

  1. Belíssimos trajes masculinos! Belíssima pesquisa, cara Sana.

    Já pensou na possibilidade de colocar looks dos leitores e leitoras explicando como conseguiram construir o look? Inspiração, custo, dificuldade etc?

    Compactuando no facebook

    ResponderExcluir
  2. Obrigada! ^^
    Eu já pensei na possibilidade de ter mais participação dos leitores do blog, numa seção de Street Style, onde eu postaria fotos dos leitores em seus looks de rua ou "balada".
    E sua sugestão é ótima, eu faria, com certeza!
    O problema é que me parece que os leitores não estão interessados em me enviar looks. Em maio do ano passado deixei a sugestão na minha comunidade "Subculturas e Estilo" no orkut e raras pessoas se disponibilizaram a ceder imagens, não obtive quantidade suficiente pra fazer um bom post.

    Na sua sugestão, as pessoas teriam que estar dispostas a compartilhar informações e alguns segredinhos. Será que encontraremos essas pessoas não-egoístas?

    ;)
    Sana

    ResponderExcluir
  3. Bem, creio que talvez não seja tão difícil. Eu sei que no Stamos Kilts está muito difícil receber contribuições de rapazes.... Poxa, às vezes penso que sou o único kilteiro de São Paulo

    ResponderExcluir
  4. Um dos meus estilos favoritos, amo o jeito que escreve e admiro seus gostos e pesquisas....
    ..... Seria realmente bom essa idéia de fotos de leitores dar certo, pena que é complicado.

    ResponderExcluir
  5. então foi no estilo dândi que surgiu os trajes festivos masculinos?? interessante! Marylin Mason abusa desse estilo mesmo!
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Adorei, são peças mais lisas mas bem trabalhadas e as cartolas dão um charme impecável.


    MADNESS - O BLOG DA LOUCURA!

    ResponderExcluir
  7. Confesso que não sabia que se denominava assim os nomes desses estilos!
    Vejo as roupas e combinações mas não sou conhecedora das "nomeclaturas" dos estilos!
    Ameiiiiiiii o look da garota de calça xadrez do estilo Ouji! Muito lindooooooo! Pelo visto eu sou super fã desse estilo sem nem saber que se chamava assim! hehehe!

    Parabéns pelo blog...sempre aprendo coisas muito legais aqui!
    bjuuus!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Resumidamente isso pode ser classificado como o GOTHIC LOLITA rs.

    Ei é a primeira vez que acesso seu blog meio que por acidentalmente.E adorei! Pertenci a cena gótica por muito tempo e ainda conservo muitos "valores' dela, especialm,entecom relação á música.

    Gostei muito do teu blog, pensei que blogs que abordassem o gótico e o alternativo de forma correta não existissem mais. Se possível, gostaria de manter contato.

    www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Acho maravilhoso o dandismo. Excelente postagem Sana, adorei! Eu tenho um amigo que é adepto do dandismo ainda hoje, cheio de referências, ama Brummel e Oscar Wilde. Quando eu estava na pós de moda fizemos um trabalho juntos sobre o dandismo, comecei a admirar ainda mais o estilo. E me fala que foto é essa do Manson! Eu adoro cinza e adoro plataformas!!! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. @TSU: Que bom que gostou do que encontrou aqui no blog!
    Não sou gótica, sou roqueira e formada em Moda. Desde que me formei há 5 anos atrás pesquiso moda alternativa por isso trato do tema com seriedade.
    Adoro a estética gótica (subcultural) e a gótica histórica e por isso ela é tão presente no meu blog.
    Espero que volte sempre.

    ResponderExcluir
  11. Também amo Oscar Wilde, Brummel e o blog, claro.

    ResponderExcluir
  12. Oi Sana!
    Nossa, eu podia jurar que você fazia parte da cena gótica. Ao meu ver, das cfenas urbanas, o gótico é aquele que tem a estética mais acentuada, com diversas "versões" (temos o medieval, o 80's, o cyber, o fetichista, o gothic lolita e por aí vai) mas ainda acho que o visual que mais atrai é o punk. Moicano é moicano rs.

    Olha eu já visitei bastante sessões do seu site e peguei muitas imagens de visuais lindos presentes em desfiles de moda. São coisas de cair o queixo realmente. Mas aqui no Brasil ao contrario do Wave Gottik Treffen, o visual exagerado ém otivo de provocação do pessoal entendido da cena. Pelo menos no rolê de SP quanto menos visual você fez, mais bandas voc~e conhece...

    Estarei sempre em seu blog e espero que vc esteja no meu tambem ^^


    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Eu,particularmente,amo esses trajes masculinos,é impossivel ficar mais alinhado e rocker ao mesmo tempo do que isso!Sem contar os eduardinos,que eu não conhecia dessa maneira.ADOREI!

    ResponderExcluir
  14. É ele mesmo!!

    Estou pensando em pedir para ela me vender um pedaço do tecido ou algo assim para refazer a manga! Só serve em modelos magrinhas mesmo, muito justa!

    ResponderExcluir
  15. @Tsu: vou seguir seu blog no meu outro blog, o Diva Altrnativa ;)

    rsrrs! Não sou gótica não, muitos pensam que sou, por isso estava até pensando em postar algo sobre. Mas adoro a moda gótica e sua variedade, assim como temas góticos - que não são exclusividades da subcultura.

    Acho que o pessoal aqui do Brasil é preconceituoso com a palavra "Moda". Se você ousa no visual eles te acham fútil, fato que no exterior, quanto mais visual você usa, mais respeito tem, questão de cultura de moda - que o povo daqui não tem.

    ResponderExcluir
  16. Muito importante este texto, porque retira esse preconceito sobre o estilo dandi, ou sobre o próprio dandismo.

    ResponderExcluir
  17. Amo esse estilo dandi, estava pensando até em ir com uma roupa desse estilo ao Onigiri(aproveitava e pedia pra minha amiga fazer a maquiagem de Manson q ela vive fazendo em mim tanto na escola quanto no cursoXD)!!!!

    ResponderExcluir
  18. Curti muito o post! Já tinha visto outra postagem sua falando sobre esse estilo dentro do japonês, mas ainda não tinha visto essa descrição mais detalhada do estilo do manson!
    bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover