.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Maio 2011

26 de maio de 2011

Dark Fashion: Editorial em revista

A Nívia da loja Dark Fashion me enviou essas imagens de um editorial que a marca fez para a revista paranaense S´elever
É uma revista regional que abriu espaço para a marca alternativa e, cá entre nós, o editorial ficou lindo. Interessante seria se mais revistas e mais lojas alternativas trabalhassem juntas. Esse é um belo exemplo a seguir.
Aposto que muita gente "normal" vai dar uma passadinha na DF pra conferir as peças!

Riese - Kingdom Falling

Riese: Kingdom Falling”, é uma webserie do canal Syfy. A história é sobre Riese, uma princesa andarilha que viaja através de terras devastadas pela guerra do reino de Eleysia. Acompanhada de seu lobo Fenrir, Riesa vaga anonimamente, pois é perseguida por um grupo religioso, "A Seita".

Um grande mistério envolve sua trágica solidão e os motivos pelo qual A Seita a procura, esses mistérios são revelados aos poucos. O seus terríveis perseguidores tem como líder Herrick, que tem a função de punir os hereges. Só um seleto grupo sabe sua identidade e porque ele aderiu à seita, e ainda menos pessoas viram sua verdadeira face escondida atrás de uma máscara de horror. Herrick foi ordenado pela Imperatriz Amara para caçar Riese, mas existem sinais de que ele faz essa busca por interesse próprio. Se tornando cada vez inumano e sem consciência ele persiste até encontrar seu objetivo.

O que chama a atenção na série? A estética steampunk de alguns personagens. No caso do personagem Herrick, cada relíquia que ele carrega no corpo (acessórios steampunk) aumentam sua posição na seita, e quanto mais mal e inumano, menos homem e mais "máquina" ele se torna.

Mas no geral o figurino é bem diversificado: desde roupas atuais, passando por elementos do séxulo XIX até mesmo trajes inspirados na Era Medieval.

Para assistir aos espisódios da série, clique aqui.


25 de maio de 2011

A Moda Medieval na Subcultura Gótica

Você já deve ter lido e comentado as postagens sobre a Moda na Era Medieval, se ainda não, dá uma passadinha nos links:

Seguindo o hábito, postarei as influências da Moda Medieval nas Subculturas. As subculturas que mais apresentam características da moda medieval em suas vestimentas são a gótica e a heavy metal. 

É muito fácil identificar a influência medieval na moda gótica, basta se lembrar da imagem clássica de uma gótica tradicional: top com amarração e saia longa. Podemos até brincar dizendo que se você quisesse "virar" gótica, era esse look que você deveria adotar. 
Até idos de 2003-2004 era o tipo mais comum de gótica de se ver na rua e em filmes, recentemente esse tipo de estética clássica vem sendo cada vez mais rara de se ver, já que a moda gótica se tornou extremamente híbrida influenciada pela moda japonesa.

Look gótico tradicional:

  

Um toque de pregnancy look:
 


Hennins estilizados:


Os rapazes tem poucas opções medievais nas lojas:



WGT:

A Moda Medieval no Heavy Metal (e no cinema!)

Você já deve ter lido e comentado as postagens sobre a Moda na Era Medieval, se ainda não, dá uma passadinha nos links:

Seguindo o hábito, postarei as influências da Moda Medieval nas Subculturas. As subculturas que mais apresentam características da moda medieval em suas vestimentas são a gótica e a heavy metal.
Nessa postagem falarei do Heavy Metal e la no finzinho, algo que inspira os headbangers: filmes medievais!

No heavy metal, inúmeras são as bandas de gothic, folk, heavy, black, power, melodic, viking, simphonic metal entre outros estilos, que tem letras ambientadas ou influenciadas pela Era Medieval, mas são poucas as bandas que realmente se vestem como naquela época. Normalmente, se a banda tem uma garota, é ela quem leva a estética medieval pro palco. Se não tem, a citação à época fica apenas nas letras, vídeos ou capas de cds.

Ares de donzela: cabelos longos, saias compridas, corsets ou corseletes de amarração frontal, mangas de punho amplo.


Nas bandas que não tem garotas, a temática medieval vai pra letras e capa de álbuns onde é muito comum a imgem do cavaleiro ou cruzado, castelos, vilas, personagens de histórias como gnomos, fadas, bruxas, animais mitológicos como o dragão e a peste negra representada pela figura da Morte.
 

O mesmo acontece dentre os ouvintes dos estilos de heavy metal citados acima: as garotas são quem costumam usar peças de referência medieval. Principalmente as fãs de gothic e black metal. Entre os homens, o mais comum é o uso de batas e sobretudos imitando sobrevestes medievais. As moças usam saias longas ou curtas, corsets ou corselets de amarração frontal, blusas "camponesa" ou blusas cujas mangas longas tem a ponta larga e caida.

 

Os headbangers adoram filmes medievais. Seria difícil citar os mais importantes (porque são muitos!), decidi dar de exemplo os filmes que tem  figurino que representa bem a Moda Medieval. 

O Senhor dos Anéis: Os homens usam calça, bota, túnica, veste, sobreveste, cinto e capa. As doznelas, tipicamente medievais com vestidos longos com cauda, manga larga e caída quase até o chão e cabelos longos.

O filme "The Black Death" fala sobre a peste negra: pelos trajes dá para ter uma idéia das vestimentas masculinas e dos cavaleiros e principalmente imaginar como teriam sido os piores anos da história medieval, os anos em que a peste matou metade da população européia.

 

Um filme que eu adoro o figurino é Ricardo III, principalmente  pela fidelidade e talvez porque seja um dos únicos filmes em que os acessórios de cabeça femininos estão muito bem reproduzidos. Não lembro de ter visto outro filme cujo figurino tenha feito hennins (tanto o mais simples como o mais elaborado, de véu longo), crespines e adorno borboleta (você pode ler sobre esses adornos na Parte 3 da Moda na Era Medieval).

Hennin curto na primeira foto; hennin de véu longo com pregnancy look, crespine e chaperon na foto dois e na terceira imagem o adorno borboleta.

 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover