.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Dieselpunk

23 de novembro de 2012

Dieselpunk

Dieselpunk é uma subcultura baseada no período entre o final da Primeira Guerra Mundial e terminando antes ou no início de 1950. O termo foi cunhado em 2001 pelo designer de jogos Lewis Pollak para descrever o seu role-playing game Children of the Sun. Mas o dieselpunk cresceu e virou estilo distinto de artes visuais, música, moda, cinema, ficção e engenharia.

O gênero combina influências artísticas do período entre-guerras como jazz, arte moderna, revistas pulp, séries, filmes noir, art deco, pin-ups e tecnologia pós-moderna. O estilo também é chamdo de Decopunk, referindo-se à Art Déco.

Três componentes formam a base do Dieselpunk: era diesel, decodence/contemporaneidade e o punk.
A palavra "diesel" se refere à força produtiva da época, o motor de combustão à gasolina em vez da tecnologia à vapor (como do steampunk). O diesel dá inspiração para a criação de coisas novas e originais. "Decodence" é a junção de "deco" (de Art Déco, comum no período) e "decadência"; o "Punk" adiciona o potencial de horror, fantasia e ficção, significando também a contracultura, com ênfase na expressão individual.

Influências e Referências:
Nas Artes: Abstrato, Expressionismo, Art Deco, Streamline, Bauhaus, Construtivismo, Cubismo, Dadaísmo, Neoplasticismo, Funcionalismo, Futurismo, Racionalismo, Surrealismo, AeroStream.

Na Literatura: Um dos romances mais influentes é Pátria Amada, escrito por Robert Harris, outro é a obra de Philip K. Dick, O Homem do Castelo Alto. No Brasil, a Editora Draco publicou uma antologia 380 páginas intitulado Dieselpunk - arquivos confidenciais de uma bela época. Além de Simbolismo, Modernismo, Pulp, detetive e Noir.

No Cinema: Metropolis (1927), Just Imagine (1930) e Things To Come (1936) com sua visão utópica/distópica. Capitão Sky e o Mundo de Amanhã pode ser descrito como o primeiro filme dieselpunk. Também O Labirinto do Fauno, O Artista, As Aventuras de Tintin, Sucker Punch, Hellboy, Bastardos Inglórios, Sin City, O Fantasma, a trilogia A Múmia, As Bicicletas de Bellevile, Ricardo III (1995), Cidade das Sombras, A Cidade das Crianças Perdidas. Embora rotulado como cyberpunk, o neo-noir Blade Runner também pode ser descrito como Dieselpunk devido a seu forte elemento de decodence.

Na Música: Blues, Jazz, Ragtime, Cabaret, Swing, swing-Punk, Electro-Swing, Dark Cabaret e bandas como Diablo Swing Orchestra, The Puppini Sisters, Big Bad Voodoo Daddy entre outras.

Moda:
Combina os estilos dos anos 1920 a 1940 sempre com influência militar e aeronautica/aviação. A moda alternativa dá a liberdade criativa ao estilo podendo substituir tecidos normais por vinil, couro e acrescentar novos cortes de roupa à peças tradicionais.

Para as mulheres terninhos com saia lápis ou com saia ao estilo new look. Corsets não eram usados de 1920-1940, mas sendo moda subcultural, eles entram com design adaptado ao militarismo da época, assim como as blusas. Cabelos tanto podem ser de época como atuais e chapéus militares dão o ar de austeridade.

  
Para os homens a melhor referência são os uniformes do período entre guerras. Coletes, braços cobertos, meias, sapatos, chapéus, influência militar e paramilitar.


Rommel do blog ´Stamos Kilts usou um traje Dieselpunk anos 1930 no Fantasticon 2012, veja AQUI.

Imagens abaixo: Art Déco, Aviação, Capitão Sky (considerado o primeiro filme) e Sucker Punch.

Fontes: 
http://www.dieselpunks.org
http://dieselpunksencyclopedia.wordpress.com
  • 1Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

1 Comment

  1. esse é um dos meus estilos preferidos! ah, e seu blog é MUITO bom, parabéns!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus
Pin It button on image hover