.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Moda Alternativa: Entrevista com Totolinha Costa

27 de agosto de 2014

Moda Alternativa: Entrevista com Totolinha Costa


Começar um negócio não é fácil, é necessário muita persistência. E se esse empreendimento for voltado à área de moda e ao público alternativo, precisa-se de mais vontade ainda. É o caso da Totolinha Costa, que abriu um pequeno brechó e hoje se tornou uma loja de moda alternativa. 
Nessa rápida entrevista, tentamos tirar algumas dúvidas com a empresária, que mantém atualmente a marca sozinha. Gostaríamos que a entrevista fosse um incentivo aos leitores que desejam abrir algo e acham que não tem possibilidades. Confie nas suas habilidades, não desista na primeira topada. Faz parte da jornada de qualquer marca, sem exceção, passar por dificuldades no início. A Totolinha é um exemplo de que contratempos existem, mas que pode se dar a volta por cima e assim, conseguir se manter nesse mercado mega competitivo.


Como começou seu interesse por moda?

Eu sempre trabalhei com roupas. Era vendedora da Enjoy, loja que aprendi muito!

Quando surgiu a vontade de montar o brechó? Como foi esse início até conseguir se estabilizar? Passa por muitas dificuldades? Precisa fazer muita social, ter muitos contatos, já que faz expo e eventos de terceiros.

Montei o brechó há 10 anos, foi engraçado... chamei uma amiga pra ser sócia e fiquei pedindo roupas à outras amigas, pior que deu certo! [risos] Hoje não tenho mais a sócia nem a amiga [risos]. Ela dizia que isso não dava nada, que era melhor eu ficar só. Demorei uns 4 anos até a coisa dar certo mesmo. Todas as dificuldades possíveis eu enfrento. Estou sempre em eventos para divulgar meu trabalho e as redes sociais ajudam muito.





Além do brechó, sente a vontade de criar produtos? Tem vontade de ser estilista, criar ou ficar apenas com revenda?

Hoje eu quase não tenho mais nada de brechó, estou só com Totolinha Moda Alternativa. Eu escolho à dedo as peças e algumas estampas estão sendo criadas por mim. A minha loja não funciona com revendas nem com consignação.

Qual sua análise sobre o mercado alternativo no Brasil?
Minha análise é a de que cresceu muito! 
Toda feira tem muitos estandes, show de moda e acessórios alternativos. 


Apesar de a loja estar localizada no Rio de Janeiro, você viaja por todo o país vendendo seus produtos em feiras ou convenções de tatuagens. Qual sua análise do consumidor alternativo nos diferentes estados? Eles procuram pelas as mesmas coisas ou ainda há peculiaridades de cada região?

Cada lugar é diferente. Chega a ser engraçado! Mas o melhor de todos é São Paulo. São Paulo e todas as suas cidades, o povo ama ser diferente! Eu amo São Paulo, é super fácil vender para lá, o frio ajuda. Já no Rio de Janeiro e Nordeste não esfria muito e os gostos são diferentes.


Aos leitores que querem abrir um negócio, mas passam por alguma dificuldade, qual seria o seu conselho à eles? 

Gente vá, abra na cara e na coragem! É dando o primeiro passo que começamos a caminhar. Ninguém acreditava em mim, só eu e Deus.

Sobre o seu estilo: Sente incômodo por chamar a atenção? Como faz para adaptar suas roupas numa cidade quente e praiana? Usa preto no verão? 

Eu não acho que chamo atenção, queria chamar sabia? E não sei se você conhece minhas roupas, não é tudo preto, são beeeem coloridas, com uns pretinhos para não perder o costume. Apenas curto me vestir conforme meu humor, por isso amo a moda alternativa. Você pode se vestir do que quiser sem deixar de ser você!



Totolinha, uma das questões que o blog aborda é sobre manter o estilo alternativo quando adulto, principalmente depois dos 30 anos. Você sente ou já sentiu alguma pressão para mudar por causa da idade?

Eu já passei dos 30 anos [risos]. Eu acho que a moda alternativa não tem classe ou idade para usar, basta ter senso e ser feliz.

Informe os seus contatos para os leitores que queiram comprar na Totolinha. Aceita vendas fora do Rio?

Minha loja fica no edifício garagem Menezes Cortes. Rua São José, 35 - Sobreloja, centro. Fica aberto de segunda à sexta, de 11 às 19hs. Sobre vendas fora do Rio, nos adicione no facebook e fique por dentro das cidades e eventos que vamos estar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

Pin It button on image hover