.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: The Rocky Horror Picture Show e as referências estéticas das Subculturas

29 de setembro de 2014

The Rocky Horror Picture Show e as referências estéticas das Subculturas

Muito está se falando do filme Rocky Horror Picture Show, em parte por causa da coleção de maquiagens da MAC para o Halloween a ser lançada esta semana e em parte porque o filme está completando 40 anos.

Em torno de um mês atrás, ao mesmo tempo em que rolavam as primeiras imagens dos cosméticos da MAC, encontrei acessórios licenciados do filme em uma marca alternativa (Rock Rebel). 


O que isso significa?
Significa em termos comerciais que elementos do filme são de alguma forma uma tendência, assim como Malévola foi. Mas neste post, à exemplo do post sobre "Pink Flamingos", faremos um resumo e mostraremos brevemente a relação estética do filme com as subculturas.

Uma breve análise:
Rocky Horror Picture Show é um musical inspirado numa das primeiras peças de teatro alternativo que estreou em junho de 1973. A versão cinematográfica de 1975 se tornou cult devido a seu estilo divertido e único que de certa forma presta homenagem ao cinema de horror das décadas de 1940 e 1950.
A história tem elementos de Gothic Novel, com uma clara inspiração no romance Frankenstein. Nas obras de gothic novel, é comum a existência de arquétipos, fantasias utópicas relacionadas ao passado, futuro e medievalismo. No filme, os seres extraterrestres vem da galáxia da Transilvânia e moram num castelo medieval da época do revival arquitetônico gótico. Rocky é uma criatura de laboratório criada por Frank-N-Furter usando metade do cérebro de Eddie, um ex-amante viciado em drogas, motociclista e fã de rock'n'roll. 

A personagem Magenta lembra a estética das atrizes de filmes de terror da década de 1940. Numa das cenas, ela aparece de Noiva do Frankenstein. Os grandes cílios postiços são herança da moda dos 60s. A maquiagem olho preto + boca vermelha vem da década de 1920.

Os personagens também usam figurino ficção científica, futurista, estética que foi bastante explorada na década de 1960.

Frank-N-Furter é um "doce travesti da Transilvânia transexual" e bissexual (isso mesmo que você leu!), algo raro, muito raro de ser retratado naquelas épocas. Mas o grande lance é que o filme é uma resposta da revolução sexual de 1960 com a sociedade americana conservadora, representada pelos personagens Brad e Janet. Brad representa a virilidade masculina dominante e Janet é a mulher que concorda com o que o marido diz mesmo tendo outra opinião. Fato que aos poucos ela vai se libertando. Na época do filme, nos EUA, ainda havia uma repulsa à homossexualidade e à independência sexual das mulheres. Na década de 1970, pela primeira vez, gays e lésbicas poderiam se reunir em público, namorar um pouco mais livremente e saírem do armário. The Rocky Horror Show reflete um período em que a opressão sexual da população estava terminando.

O conservadorismo do casal contrasta com o visual trans de Frank-N-Furter.

Quanto à sua relação com as subculturas musicais 
A persona de Frank-N-Furter é meio que uma metáfora para a estética do Glam Rock, há nele muito de Ziggy Stardust (criação de David Bowie). Ziggy, assim como Frank, vinha de outra galáxia e Bowie se declarou bissexual no início daquela década. Freddie Mercury e Elton John também traziam em seus visuais os excessos estéticos do Glam, assim como se assumiram homossexuais.

Numa das cenas, Frank pergunta ao casal se eles também tem tatuagem. Sua estética ousada mistura underwear à mostra com jaqueta de couro com patches, maquiagem Vamp e saltos altos:

Dessa relação com o Glam Rock vemos também a androginia, cílios postiços, delineador nos olhos, ostentação... A personagem Columbia lembra Liza Minelli em Cabaret, porém numa estética burlesca cheia de lantejoulas e brilhos, típico do Glam. Inclusive são elementos das décadas de 60 e 70 que estão vindo com tudo nos desfiles internacionais de Primavera 2015.


Frank usa corselet, calcinhas à mostra, cinta-liga, meia arrastão e salto; do rock vemos jaquetas cheias de bottons aplicados, refletindo o estilo Punk que se desenvolvia durante as filmagens!

A maquiagem dos atores tem as cores predominantes preta e vermelha e um pouco de azul. Olhos pintados de preto e boca vermelha lembram algo? Sim, já falamos da maquiagem e estética VAMP [neste post]. Maquiagem esta que depois virou referência pra cena punk, gótica e metal.

 Olhos pretos bem marcados, boca vermelha 
e uma gola ao estilo era gótica medieval...

Então, quem diz que a make do filme tem um toque gótico, bom... de certa forma tem sim, porque a gente tende a associar olho preto com góticos. Mas não podemos nos esquecer que o make olho preto + boca escura vem de referências anteriores de outras épocas e subculturas ;)

Encontrei algumas referências ao filme na web. Uma releitura de Columbia e esta moça fez um look bem legal com a camiseta combinando as cores preto, vermelho e branco.

Na moda mainstream:
Com a data comemorativa, a grande notícia que saiu é a nova coleção de maquiagens da MAC para o Halloween. Antes disso, a marca jovem Red Valentino colocou na sua coleção de pré-inverno a famosa boca que inicia o longa, da qual surge como estampa em camisetas e acessórios que podem chegar a custar R$1.300,00, um contraste com a veia underground do filme. Essa foi uma estratégia inteligente da grife ao trazer novamente a estampa à venda em outra versão, já que os lábios tiveram destaque no mercado ao reaparecerem nos últimos dois anos com o revival do surrealismo na moda devido a exposição da Prada e Elsa Schiaparelli no Met Gala de 2012.

O famoso símbolo estampado nas peças da Red Valentino:

E pela M.A.C, veja mais no site:

Mais do que coleções de moda, que os 40 anos da película sirvam para relembrar o grande musical que Rocky Horror Picture Show foi - e ainda é. Que o seu conteúdo transgressor e vanguardista seja um dos emblemas de como o Rock consegue abraçar as diferenças e torná-las numa virtude. 

E assim, termino com um trecho da canção Rose tint my world, onde diz: "Não sonhe que você é, seja!"  

Artigo das autoras do Moda de Subculturas. Compartilhar e divulgar é permitido, sendo esta a forma mais justa de reconhecer e agradecer nosso trabalho.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui presente sem autorização prévia. Plágios serão notificados a serem retirados do ar. Para usar trechos do texto como referência em seus sites ou trabalhos, linke o artigo do blog como respeito ao direito autoral do nosso trabalho (lei nº 9.610).

Todas as montagens de imagens foram feitas por nós.
Fotos: Google.
  • 2Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

2 Comments

  1. Sabe que me pergunto se este fenômeno é reflexo de uma nova mentalidade ou é pensado.
    Eu sou muito desconfiada. Se vejo coisas assim, do underground vindo ao mercado pop, eu penso duas coisas distantes entre si.
    1 - legal, adoro ver isso acontecer!
    2 - no entando, acho que esses caras do Grande Mercado pensam "esses alternativos não estão comprando o suficiente, vamos dar coisas para eles comprarem".
    Bom, sou esquisita mesmo hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na sociedade capitalista que vivemos, tudo é pensado como objeto de consumo.
      Moda, música, cinema, indústria da beleza, todos trabalham juntos na criação de "tendências".
      No caso da marca alternativa, ela pegou um filme de cultura pop que influenciou de alguma forma a cena (já vi esse filme ser comentado na cena gótica) e aproveitou a onda pra também vender produtos licenciados porque moda ´- mesmo alternativa - é comércio.

      Quanto ao underground subir ao mainstream: Pro consumidor pode ser ótimo ter mais acesso à certo tipo de estética, mas não pense que o Grande Mercado oferece esses produtos porque é bonzinho com a gente, a intenção deles é outra ;)
      A massificação e o preço acessível que o mainstream oferece acaba com as lojas alternativas que não conseguem competir com o preço, fora que toda a cultura alternativa é amenizada e esvaziada de seu significado original.
      Adoro seus comentários aqui!
      Bjs!!

      Excluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover