Destaques

15 de novembro de 2014

O que é Moda Alternativa? O que são pessoas Alternativas?

Nunca se viu tanto as palavras "Moda Alternativa" ou "Alternative Fashion" na internet, popularizado e espalhado pelas redes sociais (tumblr, facebook, pinterest, etc)... e este blog escreve sobre isso o tempo todo. Mas afinal, o que é moda alternativa?*

"Moda Alternativa" é um termo genérico que representa multiplicidade de estilos em que,
ao menos uma vez, este(s) estilo(s) se destacou da moda comercial mainstream.
 
A Moda Alternativa, como roupa: não é funcional, não é prática, não segue tendências, não é modismo. Costuma vir de pequenos empresários independentes, artesãos ou feitas em pequena escala. O fator artístico/criativo é muito importante, assim como a roupa ser usada como uma forma de auto expressão, fora do que é considerado apropriado ou elegante e desafia a concepção do que é considerado belo.


Toda moda de subcultura é moda alternativa 
MAS nem toda moda alternativa é moda de subcultura.
  

Complicado? Vamos tentar explicar:

Nas subculturas:
1. O termo "moda alternativa" é comumente associado à subculturas (punk, gótica, metal etc). Existe uma linguagem estética visual de comunicação que é parte do código dos grupos subculturas. Esses códigos estéticos rompem com os costumes da cultura popular. As subculturas costumam ser associadas à rebelião, juventude e idealismo. O visual "certo" é muito importante para ser aceito nestes grupos, pois carrega os tais elementos simbólicos. 
Mas não se limita à isso. Moda alternativa também pode ser uma anti-moda (punk) ou uma não-moda (grunge). A música é algo que define as subculturas, assim, a cópia ou a influência do estilo pessoal de artistas, moldam a forma como fãs se vestem, como por exemplo, Marilyn Manson, cujos fãs são chamados de Spooky Kids por se vestirem como o ídolo, gerando uma estética característica.


Fãs do Marilyn Manson (página do livro The Disciples)

Exemplo 2: Moda Alternativa Gótica
 
 A garota da imagem apresenta um código de comunicação das vestimentas 
que num julgamento à primeira vista a caracteriza como sendo parte da subcultura gótica. 
roupas pretas + acessórios + maquiagem + calçado que são símbolos da subcultura em questão.



Sendo assim, uma pessoa pode usar moda alternativa e SER parte de uma subcultura.


Moda Alternativa fora das Subculturas: 
2. Há um outro tipo de moda alternativa, que segue a mesma definição dada acima (3º parágrafo) e não precisa ser associada com subculturas.

Como pode uma pessoa usar moda alternativa e não ser parte de uma subcultura?
Simples:
Pessoas com grande interesse artístico ou por moda, tendem a usar looks alternativos à moda dominante. Pessoas com grande senso estético e artístico, que sabem o que gostam e não se importam com a opinião alheia. Normalmente trabalham em áreas artísticas ou de design, mas há exceções.

As senhoras da imagem a seguir, podem ser consideradas adeptas de moda alternativa mesmo que elas não pertençam à subculturas. 
Suas roupas apresentam elementos artísticos, usam peças não-funcionais (por ex. chapéu sem a função de proteger do sol, apenas como adorno) e seus looks demonstram um grande senso estético particular baseado em seus gostos pessoais.

 
Moda Alternativa é limitadora?
 NUNCA!
Se uma moda é limitadora ou impõe padrões, ela não é alternativa. 
É mainstream. Simples assim. 


Não confundir moda alternativa com roupas "alternative-inspired"
vendidas em lojas e grifes mainstream.
(moda alternativa de fato, é feita em pequena escala)



Quem pode ser chamado de "Pessoas Alternativas"? 
Muito difícil de explicar sem generalizar! Apelarei para a generalização mas quem se interessar em detalhar o assunto, pode fazê-lo nos comentários.
Mas vamos esquecer a moda por um momento e focar apenas nas pessoas em si. 

Assim como acontece com a moda, pessoas alternativas não vivem o padrão de pensamento/hábitos da cultura dominante em alguma das áreas de suas vidas. 

Pessoas Alternativas:
- Membros de uma subcultura como já citado acima (pode durar uma fase ou a vida toda).
- Pessoas que são parte de uma minoria com hábitos diferenciados (pessoas que praticam nudismo, medicina natural, veganos, poligâmicos, pessoas que moram em eco-villages etc).
- Pessoas que tem uma filosofia de vida diferenciada do padrão cultural vigente (religiões como amish, indus, hare-krishna, paganismo, etc).
- No geral: pessoas que vivem (vivem mesmo, literalmente!) seus pensamentos e questionamentos fora do padrão: pessoas que não vivem o paradigma tradicional.


Moda Alternativa e "pessoas alternativas" tem em comum serem uma minoria dentro de um todo.
Mas esse assunto é muito amplo, cada tópico pode ser destrinchado em vários outros fatos e questionamentos. Na medida do possível apresentaremos eles aqui no blog.


* Neste post, consideramos os conceitos tradicionais dos termos, suas mudanças e variedades deixaremos para outro post.
** Artigo do Moda de Subculturas, postado originalmente no blog Diva Alternativa dia 19/08/2014. Se quiser usar trechos do texto como referência em seus sites ou artigos, achamos gentil linkar o artigo do blog como respeito ao nosso trabalho.

Acompanhe nossas mídias sociais: 

Pedimos que leiam e fiquem cientes dos direitos autorais abaixo:
Artigo das autoras do Moda de Subculturas.
É permitido usar trechos do texto como referência em seus sites ou trabalhos, para isso precisa obrigatoriamente linkar o artigo do blog como fonte. Compartilhar e linkar é permitido, sendo formas justas de reconhecer nosso trabalho. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui presente sem autorização prévia. É proibido também a cópia da ideia, contexto e formato de artigo. Plágios serão notificados a serem retirados do ar (lei nº 9.610). As fotos pertencem à seus respectivos donos, porém, a seleção e as montagens de imagens foram feitas por nós baseadas no contexto dos textos.

Comentários via Facebook

8 comentários:

  1. Sana, seu blog sempre com textos elucidativos e muito bem escritos, você é ótima!
    Escrevi um texto sobre isso recentemente, porque o que eu tenho visto é a supervalorização de uma estética dita alternativa e pouca diferenciação das ideias de forma geral. Fico feliz por ser alternativa sem precisar estar "à caráter" todos os dias, considero isso libertador pra mim rs

    Grande abraço!
    http://www.triboalternativa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina! Acabei de ler seu texto, acho que entendi o que você quis dizer nele ;)
      Está havendo mesmo uma espécie de "popularização" (?) de símbolos e estéticas da cultura alternativa mas nem sempre acompanhado de ideias e questionamentos fora do padrão. Acho que isso deixa tudo um pouco confuso pra gente que estuda, porque ainda não sabemos exatamente se isso é uma mudança comportamental de fato e relevante ou um modismo passageiro. O jeito é esperar o tempo nos dar as respostas.
      Abraço!! :)

      Excluir
  2. Texto muito esclarecedor. Esses dias eu estava pensando sobre isso, e estava pensando que a moda alternativa está se tornando muito bem aceita pelas pessoas em geral e isso e aquilo, mas não parei pra pensar sobre a associação à uma subcultura. Era isso que eu tava tentando pensar e não estava conseguindo chegar lá! UHASUHASUHAS (Sei como é engraçado ler isso, nem eu tô entendendo muito bem). Hoje tem dia tem uma galera bastante alternativa por aí, mas não vejo mais tantas pessoas associadas à uma subcultura - pelo menos onde costumo frequentar, infelizmente.

    universoasfixia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que legal que o texto de ajudou!!! :D
      Sim, tem bastante gente não se ligando à subculturas e isso é o tema de artigo que vamos publicar em breve, fica ligada!!
      bjsss

      Excluir
  3. Olá, Gostei muito do blog e também de uma cartucheira preta de couro, queria muito uma, vcs tem o contato?
    Agradeço desde já
    Marcela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcela, se você me mostrar a foto ou post talvez eu possa te ajudar :)

      Excluir
  4. O texto é bem esclarecedor, mas tenho umas dúvidas.
    Tipo não faço parte de nenhum grupo de subcultura alternativa.
    E também não tenho um estilo como as senhoras da foto.
    Apenas gosto muito de preto, e gosto de roupas mais despojadas, que de alguma forma demonstre minha personalidade.
    Muitos pensa que me associo ao rock.
    Assim, eu poderia definir meu estilo como alternativo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Claro que pode! Se você veste o que gosta sem se importar com regras, é o que importa! Não precisa ser de uma subcultura em específico e nem ter um 'super' estilo como as senhoras das fotos :)

      Excluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

© .Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa. – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in