.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Alt Trend: Pentagrama Invertido e Baphomet

10 de julho de 2015

Alt Trend: Pentagrama Invertido e Baphomet

É sempre bom lembrar que a moda possui várias conexões e entre elas o comportamento. Isso ajuda a entender o desenvolvimento de alguns modismos. O mundo tem passado por momentos bastantes obscuros, de muita insegurança, principalmente em relação ao futuro. Crises econômicas que resultam em maiores desigualdades, terrorismo, intolerâncias, motivos que consequentemente refletem nas criações de moda. 

O ocultismo tem se sobressaído nos últimos anos (aqui, aqui), talvez como uma forma de buscar respostas para tantas mazelas - ao menos na visão mainstream, e símbolos do paganismo, em especial a bruxaria, ganham evidência. Em pesquisas recentes, uma quantidade significativa de marcas alternativas apresentaram o pentagrama invertido nas suas coleções. Às vezes o desenho vem acompanhado do Baphomet, outras surge sozinho ou de forma satírica. 

O pentagrama com a ponta pra cima, tem o elemento espírito no aspecto positivo/luz. Até tempos medievais, representava as cinco chagas de Cristo na cruz, um contraste gritante com hoje, onde o pentagrama é criticado pelos cristãos fundamentalistas. Ainda na Era Medieval, a Igreja retirou o pentagrama e escolheu a cruz como um símbolo mais significativo para o cristianismo, pois lembra não as chagas, mas a dor de Cristo. Assim, o uso do pentagrama como um símbolo cristão cessou e foi gradualmente esquecido.



O pentagrama invertido
No paganismo, o pentagrama invertido representa as energias masculinas dos deuses solares e o Deus da caça. Na Wicca Gardneriana e na Alexandrina,  é símbolo da segunda iniciação, representando a necessidade da bruxa aprender a enfrentar a escuridão para mais tarde tomar o controle em direção à iluminação. O centro de um pentagrama implica um sexto elemento formador: amor/vontade que controla a partir de dentro, governando a matéria e o espírito.



O uso do pentagrama invertido como um símbolo associado com o satanismo não ocorreu até o século XIX. Satanistas não acreditam em um céu (ou um inferno), assim, o símbolo com as três pontas para baixo representa a negação ou a descrença na santíssima trindade.

O pentagrama quando desenhado na testa do bode representa os elementos da terra (Belial), ar (Lúcifer), fogo (Satanás), água (Leviathan), e do Espírito (o Celebrante). 


As duas pontas acima do pentagrama com o bode (Baphomet), representam a individualidade e inteligência; os pontos do meio representam o Adamantine Gates of Hell mantido aberto por duas forças opostas equilibradas, e a ponta de baixo representa a manifestação e o poder físico, o equilíbrio das forças opostas da existência. A palavra Baphomet vem do grego e junta as palavras "Baphe" e "Metis" e significa "Batismo de Sabedoria". A versão do pentagrama invertido com com um círculo em torno dele (o círculo indica o espaço sagrado oferecendo proteção e simboliza a espiritualidade) não é amplamente usado pelos satanistas, mas sim por outras crenças e práticas (como feitiçaria negra, magia negra etc), pois essas pessoas traçam um círculo de proteção em seus rituais.



Na Moda Alternativa
Apesar dos estereótipos, o Rock não possui uma religião definida, aliás, há pessoas que nem possuem. Por quebrar padrões moralistas, o Rock foi logo associado ao satã e muitos músicos se aproveitaram da polêmica para fazer mídia, porém outros de fato acabaram se interessando e aprofundando no tema. Nisso surgiram vertentes que se interligam a religião, é o caso do Black Metal.

Como toda subcultura, é criado uma estética de identificação e logo surgem marcas que atraiam o público alvo. A Toxic Vision é uma das pioneiras nesse segmento, trazendo o pentagrama de Baphomet nas suas estampas desde 2006.


Enquanto para a marca canadense este é um conceito fixo, para outras o símbolo surge em coleções pontuais. Nos últimos meses, veja a quantidade E não são poucas! 

Poison Industries, Spin Doctor, Too Fast

Lip Service

Kreepsville 666

Killstar ajudou a popularizar os símbolos, tem todos os tipos. Baphomet:

Baphomet + pentagrama invertido:

Com e sem:

Versões satíricas:

A Dark Side Clothing também entrou na mesma vibe:

No Brasil, a Miniminou oferece brinco, maiô e vestidos com o pentagrama invertido:

A Black Frost surgiu como uma marca direcionada ao publico fã de Black Metal, o que reflete numa de suas mais icônicas criações, o cinto abaixo:


E vocês, se identificam com o significado do pentagrama invertido? Usam/Usariam alguma peça com o símbolo?



Gosta do Moda de Subculturas?
Acompanhe nossos links:
Google +   Facebook   Instagram   Bloglovin´ 

Gostou deste post ou de alguma outra postagem do blog? Pode divulgar!
O Moda de Subculturas não tem fins lucrativos, dedicamos horas de pesquisas para oferecer conteúdo autoral. Sempre tentamos trazer assuntos novos e interessantes para os leitores! Sua ajuda na divulgação de artigos que gostou pode fortalecer a moda alternativa, já que informação acaba com a ignorância. Nós lutamos para que ela seja levada à sério e tratada com o devido respeito! Ah, curtam também nossa página no Facebook, todos os dias postamos coisinhas lá!
  • 14Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

14 Comments

  1. Finalmente, pelos deuses, um texto que não retratou o pentagrama invertido como sendo apenas associado ao Satanismo Moderno. O pentagrama de Baphomet, especificamente, é o símbolo da Igreja de Satã de LaVey, mas nada nos impede de usá-lo unindo o significado do pentagrama invertido "comum" ao significado do Baphomet de Eliphas Levi - "o símbolo [...] do absoluto". Para o magista, mais importante que o significado "universal" de um símbolo, é o significado que damos a ele.

    Sobre o uso na moda, eu tenho associado a "trend" do ocultismo com a chegada da Nova Era - de minha parte, foi a primeira coisa que me vem à cabeça.
    Ao mesmo tempo que fico com um pé atrás - pois muitas pessoas estão usando peças com o símbolo sem ter a mínima ideia de seu significado - fico feliz que isso, de certa forma, gere algum interesse por pesquisa para quem realmente se interessar. Fico mais feliz ainda por encontrar peças com os símbolos para meu próprio uso, confesso rs

    Enfim, amei a postagem!
    Meus parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi San!
      Que bom que gostou, e amei os complementos que você deu, afinal, entende do assunto mais do que nós!! Se escrevemos algo errado, pode falar que corrigimos ;)
      Li uns textos mais detalhados mas quis ser breve no post até mesmo por não ter domínio do tema, preciso ler mais pois é um assunto um pouco complexo pra mim. Li brevemente sobre a Nova Era, é algo que também me interessou e que possivelmente aborde em outra situação...
      Espero que faça bom proveito da trend! Tem peças incríveis de lindas! :D
      Muito obrigada e bjos! ♥

      Excluir
  2. Escrevi tudo às pressas e ficou redundante rs rs Mas tá valendo.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Não entendo quase nada sobre o assunto. Apesar de achar a bruxaria bem interessante, n me aprofundo muito sobre o tema. Gostei muito do post. Quanto a popularização, sempre vai ter as pessoas que usam apenas pq dá uma conotação rebelde. Bem chato sim, mas n tem como proibir de usar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, quando algo underground/alternativo/incomum populariza, é bem comum o significado se perder no caminho e ficar só a "imagem" de rebeldia. Daí vai do interesse de cada um procurar saber ou não o que é aquilo, de onde vem...realmente não tem como limitar quem usa ou não... modismo é algo que sai de controle rsrs!

      Excluir
  4. Excelente post,muito bom,para as pessoas saberem a respeito,e melhor; incitar a pesquisa acerca do assunto,pois, existe mesmo entre os alternativos,aqueles que usam algum símbolo sem ter noção alguma do significado...eu sou ateia,mas me interesso sobre o assunto, e inclusive estudo há algum tempo a respeito,pois,sou fascinada,pelo ocultismo,satanismo,os deuses gregos,egípcios,nórdicos,tudo acerca das religiões antigas e digamos assim alternativas,rsrs,tudo que me interessa eu estudo,principalmente a título
    de conhecimento.Uso o pentagrama,e também uso a cruz invertida.Para mim usar a cruz invertida por exemplo, tem um significado pessoal; o de aversão ao cristianismo e seus dogmas,a prepotência de impor suas "verdades absolutas" às pessoas....Parabéns Sana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sara!
      Tomara que os interessados pesquisem sim, nosso artigo foi bem resumidão mesmo, pra ajudar a entender um pouco o que significa tudo isso. Muito legal que você se interessa por esses temas, quando eu quiser trocar um ideia já sem com quem conversar haha!
      Obrigada pelos "parabéns", vou dividi-lo com minha amiga Lauren que idealizou o post ;)
      Bjs!

      Excluir
  5. Oi Sana!
    Já usei muito o pentagrama no pescoço, como símbolo de proteção. E tenho tatuado nas costas, ambos com a ponta para cima. Isso porque eu curto o símbolismo desta forma, não por causa de associação com satanismo.
    Eu vivia e vivo tendo problemas de explicar a pessoas de algumas religiões sobre o simbolismo com os elementos e as chagas. Dá uma confusão...Mas dá nada, eu curto explicar.
    A única coisa que me incomoda nestes trends é cair no lugar comum e na deturpação. Como a Sandila disse, é ótimo ver um post sobre este símbolo que não toma partido nem desmerece o seu significado!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vívien, não sabia que você tinha o símbolo tatuado! Eu também cada vez mais curto toda a simbologia em torno do pentagrama :)
      Bom, a "sorte" é que ainda é trend né? Ou seja, ainda não tá massificado... A questão é na hora que virar modismo, aí complica, cai na deturpação, na amenização, banalização...
      Bjs e agradecemos o elogio! ;D

      Excluir
    2. Opa, deixe meus elogios à Lauren tb! Beijos Lauren!

      Excluir
  6. Kill Star has some amazing pieces! It is always a delight to browse through their items! <3

    unknownprettylies.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto meninas!
    Assim como a Sandila, gostei muito de ver algo explicando sobre o pentagrama invertido não apenas associado ao Satanismo Moderno, já que é difícil achar textos sobre o assunto que vão além do senso comum e da generalização.
    Sobre isso ser uma trend, é bom porque pra quem gosta fica mais fácil de achar peças nesse estilo. O problema é se virar algo massificado, pois aí vem a deturpação completa do sentido e aquele monte de gente usando sem nem saber o que significa de verdade.
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Uns tempos atrás, quando era bem mais nova, andava de um lado e pro outro com pingentes de crucifixo porque achava absurdamente legal. Doze anos e eu não tinha noção nenhuma de nada, minha única certeza era de que eu queria parecer diferente das outras meninas. Até que uma vez uma colega da mesma sala, católica, veio me questionar o motivo do crucifixo se eu fazia questão de dizer que odiava cristianismo. E aquilo me pegou de uma maneira que me fez questionar por muito tempo e serviu pra mudar muita coisa na pessoa que eu era. Acho que basicamente o que acontece hoje foi o mesmo que aconteceu comigo aos doze anos. Ser diferente de todo mundo é visto como legal e não teria melhor forma de mostrar isso pro mundo do que pela roupa. O flerte com o errado, o proibido, tudo aquilo que é contrário ao que pregam como o certo sempre existiu. A diferença que é mais notável agora é que isso se propagou, virou moda a ponto de algo ser vendido em loja de departamento(isso mais no caso da "moda bruxa",tenho uma etiqueta da Marisa escrito ABRACADABRA até hoje hahaha no Brasil a coisa com pentagramas é mais complicada ainda,dificilmente seria vendido numa C&A,aliás me incomoda muito mais a modinha da ufologia que chegou nas lojas de departamentos do que a do pentagrama em si). É complicado ver determinados símbolos sendo usados unicamente pra expressar rebeldia e o desejo de chamar a atenção. No fundo, a gente sempre sabe que esse boom vai passar e a galera vai achar outra coisa pra se preocupar e que sempre vai ter uns e outros que vão recorrer a "estética do diferente" pra se mostrar diferente do resto, só que nesse caso as coisas podem se voltar em algo positivo como foi comigo que comecei a buscar conhecimento e adotar o que realmente trouxesse significado. De resto, fico só observando e comprando umas coisinhas ou outras hahahaha Ah,no caso das marcas/peças voltadas pro pessoal do Black Metal é algo que faz mais sentido ter do que nas outras,isso ao meu ver.
    Post muito bom!
    <3

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover