.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Rocking Horse Ballerina: o clássico de Vivienne Westwood é lançado no Brasil

14 de março de 2016

Rocking Horse Ballerina: o clássico de Vivienne Westwood é lançado no Brasil

Vivienne Westwood acabou de lançar em parceria com a Melissa, uma nova versão do seu clássico sapato Rocking Horse Ballerina em comemoração dos 30 anos deste calçado! Isso mesmo, balzaca total!
Saia de tule e meia arrastão para as bailarinas punks!

Calçado icônico
Enquanto os anos 1980 pediam ombreiras gigantes e quadris estreitos, Vivienne foge à regra e cria em 1985 uma coleção com silhueta inspirada no balé, chamada "Mini Crini" - referência à crinolina, armação de aros das saias femininas da Era Vitoriana. A coleção trazia também muitas saias de tule, corselets com referência histórica, corsets, roupas de empregada francesa preto e branca (lembravam vestidos Lolita) roupas tradicionais inglesas e referências à monarquia, um tema que ela é obcecada. Assim, saias armadas passam a ser usadas em editoriais de moda e as subculturas punk e gótica também pegam carona nesta estética, reproduzindo-a a seu modo. O Rocking Horse Bailarina, surge nesta coleção.

Rocking Horse Ballerina em 1985


A versão recém lançada da Melissa
Mas antes que você diga "Putz! Que calçado feio e caro!" convidamos vocês a lerem nosso post sobre o que é Moda Conceitual, mas dou a seguinte resumida: moda conceitual são peças focadas em design e conceito e não necessariamente em vendas, acabam sendo mais caras sim por causa do trabalho intelectual. Mas ser conceitual não significa que não possam ser usadas, isso vai do estilo de cada um. Que curte moda conceitual costuma gostar também de moda alternativa e consegue produzir visuais exóticos ou ousados. E misturar peças conceituais com peças comerciais pode dar aquele "up" no look, saindo da mesmice. Aliás, como escrevemos aqui, outras peças da Vivienne tem essa pegada artística e provocam bastante furor por onde passam.

Numa rápida visita ao site Tokyo Fashion vemos um pouco do street style japonês e como eles usam esse calçado acompanhando estilos visuais muito variados. Na verdade, uma busca na web por looks com o acessório, dá pra perceber que muita gente que o usa tem visual alternativo. Aliás, no nosso país, a gente SOFRE pra encontrar calçados exóticos né? E curiosamente as parcerias da Melissa tanto com a Vivienne quanto com outros designers (ex: Gareth Pugh, Zaha Hadid) tem se revelado um dos caminhos pra quem gosta de calçados excêntricos.


Desta vez, comparando com os gringos a gente se deu bem. O preço dessa Melissa grifada está em torno de R$350,00; uma Rocking Horse Ballerina lá fora custa 315 euros! Vivienne já declarou que criar peças de qualidade e com preços acessíveis é o que a entusiasma na parceria com a Melissa.


Olha só quanta história esse calçado tem! :D

E quem comprar pode fazer parte do legado da Rainha do Punk.
 



Artigo das autoras do Moda de Subculturas. Compartilhar e divulgar é permitido, sendo esta a forma mais justa de reconhecer e agradecer nosso trabalho.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui presente sem autorização prévia. Plágios serão notificados a serem retirados do ar. Para usar trechos do texto como referência em seus sites ou trabalhos, linke o artigo do blog como respeito ao direito autoral do nosso trabalho (lei nº 9.610).

Acompanhe nossas mídias sociais:
  • 10Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

10 Comments

  1. Mto bom o post! Eu sabia que já tinha visto esse sapato em algum lugar rsrs e o post esclareceu minha dúvidas. E é bom que vocês sempre explicam que a Melissa faz calçados conceituais pq tem gente que insiste em dizer que ela perdeu a "noção". A Melissa é muito mais do que melissa aranhas e isso que fez dela o sucesso que tem né ;)

    http://livrosepets.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diana, que bom que gostou ♥
      Pois é a Melissa vem investindo em arte (tem Galerias de Arte) e em design(chamando estilistas renomados) e com essa visão empresarial não dá pra esperar somente sapatos basiquinhos né? rsrs!
      Ainda temos um caminho a percorrer até que os brasileiros enxerguem Moda como algo que vai além do clássico e que aceitem mais o diferente :)

      Excluir
  2. Adorei conhecer mais sobre a história desse modelo! :) Acho ele incrível, sempre foi um sonho de consumo. Quem sabe dessa vez consigo comprar haha.
    Uma curiosidade é que assim como outras peças da Vivienne Westwood, a Rocking Horse Ballerina aparece no mangá Nana sendo usada por uma das protagonistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Mari! Obrigada pela curiosidade ;D
      Pelo que pesquisei, esse calçado é mesmo forte no streetwear japonês e se a protagonista usa, bem... só mostra como ele é referência!
      bjs

      Excluir
  3. Eu simplesmente adoro esse sapato. Tenho outro modelo de Rocking Horse e é estranhamente confortável e assassino. Tem que saber exatamente onde pisa porque virou o pé, é queda na certa. Vi o peço de 300, para se ter algo com a assinatura na Vivienne Westwood vale a pena, mas como a pobreza me domina, ainda fico com esses ai alternativos do Japão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "estranhamente confortável e assassino" - já me interessei haha! Sou louca pra experimentar um dos modelos do Rocking Horse ver como funciona o ponto de equilíbrio nos pés! :D

      Excluir
  4. Eu sou apaixonada por esse modelo,é um sonho de consumo,one day rs

    ResponderExcluir
  5. Eu sou apaixonada por esse modelo, adorei saber mais sobre ele. Tenho duas réplicas japonesas. Fiquei super feliz quando vi que teria nessa coleção, o preço é mais ou menos o que eu já imaginava.
    Só fiquei um pouco decepcionada quando vi a quantidade de criticas na página da Melissa. As pessoas ainda não entendem o que é moda conceitual mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, o preço tá grifado né? Sorte que não tá no nível "super impossível" haha!
      Então, só agora vi os comentários lá na page da Melissa, triste mesmo...tá faltando informação pra essas pessoas. Ninguém precisa gostar, mas sim, entender o contexto artístico.

      Excluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover