Destaques

2 de outubro de 2019

Conheça um pouco mais sobre os zines dos 10 anos do Moda de Subculturas

Tenho postado as atualizações sobre o projeto dos 10 anos do blog no nosso Instagram, especialmente nos Stories, mas como nem todo mundo tem aquela rede social, hoje vou compartilhar aqui os mais recentes posts, onde fiz breves comentários sobre os três zines comemorativos.

Antes, clica aqui pra conhecer a Vakinha!

Zine Dark Pin-ups

A capa do zine Dark Pin-up é uma ilustração de Aline Lacroc!
Devo confessar que esse é o zine que estou mais apegada e o que estou mais envolvida, tanto que o deixei pra montar por último! Eu já sabia que demoraria mais nele que nos outros materiais pois eu teria que trabalhar muito em cima da pesquisa que foi bem extensa e tentar ao máximo deixar sucinta e adaptada ao formato de zine.

Pra esse zine, conto com participação de várias meninas que adotaram o estilo, como @murderqueen e @bettiefromhell, entre outras. A Bettie é uma entusiasta que vira e mexe a gente tem umas conversas sobre o assunto! E ela me ajudou muito a entender o que o estilo se tornou ou hoje!
Pra esse material, busquei ao máximo realizar uma pesquisa investigativa e acho que cheguei a bons resultados. Mas isso são vocês que deverão dizer após lerem o zine!

Será composto de basicamente:
- análise do resultado do questionário realizado em 2017; 
- possível histórico do estilo; 
- adeptas no Brasil e no exterior; 
- porque escolhi chamar de "dark pin-ups"; 
- como se espalha um estilo pela web; 
- subcultura ou estilo?; 
- do que se compõe o visual; 
- possíveis subdivisões do estilo; 
- quais as referências; cooptação comercial; 
- abordagem na internet; 
- o que se tornou o estilo hoje.

E ainda trás uma Dark Pin-up de vestir criada pela Aline Lacroc que já postei spoiler nos stories do IG.

dark-pinup-style
capa, ainda provisória, do zine Dark Pin-up


Zine  Moda de Subculturas

No inicio o conteúdo deste zine estava muito claro pra mim. Se chamaria "Subculturas e Estilo" e seria como a comunidade do Orkut que deu origem ao blog: traria pequenos textos sobre as estéticas alternativas e ao fim traria bonequinhas de vestir criadas pelas ilustradoras... Mas infelizmente, não consegui com que algumas pessoas me cedessem fotos (ah se eu fosse a rede Globo isso seria diferente!? 😂), e isso miou a ideia toda, pois havia um nexo em apresentar especificamente aqueles estilos.
E acho importante compartilhar que o processo de criação não tem só coisa boa, tem muitos imprevistos também!

Então tive que mudar o zine e, ao ver a ilustração oficial criada pela @estranhadupla e @violet.coffin, vi a oportunidade de tornar esse zine algo divertido! Aquele tipo de material que a gente pode oferecer pras crianças!
Sempre foi um desejo meu apresentar a cultura alternativa aos pequenos, pois eles não tem preconceitos e limitações que os adultos se auto-impõem!
Mas este não é considerado por mim um zine infantil, e sim um zine pra todas as idades!
Trará breve textos facinhos de ler e as bonecas fofíssimas de Aline Lacroc e @ilustra.annah!
A bonequinha Dark Pin-up entraria aqui também, mas agora foi lá pro zine homônimo, faz mais sentido e ficou bem mais interessante também! ❤

Capa do zine Moda de Subculturas



Zine Riot Grrrl


Você deve ter notado que a capa da revista e do zine Riot Grrrl estão cheias de tons de rosa, seja bem clarinho, seja mais forte. A escolha não foi à toa. Nos últimos anos, não há cor mais subversiva que o rosa. É o momento perfeito pra questionar os clichés de que a cor é apenas um símbolo de feminilidade.

Parafraseando Valentino: Pink é punk!

🌹 É a sociedade que define os sentidos das cores.
Foi nesse ponto que busquei na história o pink de Schiaparelli na década de 1920, que já nasce alternativo e pink do tailler de Claude Montana nos anos 80, que reconhecia a autoridade social das mulheres.

🌹 O rosa foi o tom dos protestos políticos de jovens rebeldes nos anos 1960 e 70.

🌹 A banda The Clash declarou que o rosa é "a melhor cor do rock 'n' roll"..

🌹 Um triângulo rosa era utilizado para identificar homossexuais em campos de concentração e tornou-se um símbolo do ativismo gay.

🌹 O famoso rosa Millennium é a cor dos questionamentos de estereótipos da geração jovem.

🌹 Rosa é a cor que as feministas começaram a se apropriar tornando um símbolo de força e não de frivolidade.

🌹 Cada vez mais o tom desafia as ideias tradicionais da sociedade! Assim como no século 18, o rosa volta a ser uma cor sem gênero definido.

🌹 Subverter o rosa, é subverter os papeis socialmente criados em relação às mulheres!

🌹 Desta forma, especialmente a capa do nosso zine sobre o Movimento Riot Grrrl ganha esse tom anacrônico, que une punk noventista com pink feminista 2019!

Como um blog feito 100% por mulheres falando de subculturas (um tema que é dominado por homens) e de moda (sendo acusadas de frivolidade), nada melhor do que subverter e declarar: Pink é Punk! E podemos provar isso!! .

🌹 E você, o que acha da nossa escolha de cor??

Capa do Zine Riot Grrrls


Faltam menos de 15 dias pra acabar nossa Vakinha, você já garantiu seu material?
Já estou preparando brindes a todos que estão contribuindo! 💖 










Acompanhe nossas mídias sociais: 
Direitos autorais:
Artigo original do blog Moda de Subculturas. 
É permitido compartilhar a postagem. Ao usar trechos do texto como referência em seus sites ou trabalhos precisa obrigatoriamente linkar o artigo do blog como fonte. Não é permitida a reprodução total do conteúdo aqui presente sem autorização prévia. É vedada a cópia da ideia, contexto e formato de artigo. Plágios serão notificados a serem retirados do ar (lei nº 9.610). As fotos pertencem à seus respectivos donos, não fazemos uso comercial das mesmas, porém a seleção e as montagens de imagens foram feitas por nós baseadas no contexto dos textos. 



Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

© .Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa. – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in