Destaques

28 de junho de 2024

Stormé DeLarverie: o apagamento do protagonismo lésbico nas celebrações do Dia do Orgulho

 Hoje, 28 de de junho, é o dia do Orgulho.

Você sabia que uma mulher negra e lésbica começou a revolta de Stonewall?


"Foi uma rebelião, foi um levante, foi uma desobediência aos direitos civis – não foi um maldito motim." —  Stormé DeLarverie 


stormé delaverie
Stormé e sua aparência andrógina 


Stormé DeLarverie (1920-2014) foi uma mulher lésbica, racializada, butch - lésbica que rompe com os papéis de gênero/papeis sexuais de feminilidade - de aparência andrógina. Cantora, também fazia apresentações como Drag King, uma arte performática da subcultura lésbica.

Stormé, ao centro, encenando seu lado Drag King.


DeLarverie foi uma das lésbicas que estava presente no bar Stonewall Inn, em Nova Iorque em 1969, num confronto coma polícia que reprimia os homossexuais lá presentes. Ao ser abordada com truculência, sangrando pelos golpes, ela teria gritado: “Por que vocês não fazem alguma coisa?”, resultando num embate de revolta de outras lésbicas e gays contra os policiais. Essa é a origem da data de hoje.



Stormé era da subcultura lésbica Drag King, em sua arte vestia figurinos masculinos e se maquiava. Com sua aparência andrógina inspirou muitas lésbicas a adotar as confortáveis roupas masculinas nas ruas - sabemos que roupas femininas não são confortáveis, sendo muitas vezes objetificadoras, e lésbicas não aceitam serem objetificadas pelos homens. 

Ela trabalhou como segurança em bares lésbicos, tinha porte de arma e fazia patrulha voluntária como "guardiã das lésbicas no Village", agia quando via alguém sendo intolerante, abusando ou intimidando lésbicas. Ela também viveu no famoso Hotel Chelsea de Nova York [Vocês podem ler a história dela no blog Um Outro Olhar]


Stormé no meio de duas fotografias suas: uma feminilizada e outra butch.


É muito comum que publicações recentes apaguem lésbicas do protagonismo histórico da luta de Stonewall. Isso é resultado de muita misoginia patriarcal que não reconhece que mulheres lésbicas possuem agência, especialmente as insubmissas e que não respondem aos ideais de feminilidade.



Curiosidade: 
Aqui no Brasil, uma manifestação lésbica no Ferro´s Bar é conhecida como o Stonewall brasileiro: em 19 de agosto comemora-se o Dia do Orgulho Lésbico. Já o dia 29 de agosto, é o Dia da Visibilidade Lésbica, surgido para homenagear o 1ª Seminário Nacional de Lésbicas (SENALE), que ocorreu na data em 1996. O Brasil é um dos países que têm os piores índices em relação ao assassinato de mulheres lésbicas, como informa o Dossiê sobre o Lesbocídio no Brasil, com dados entre os anos 2014 e 2017. Do total de casos, 83% foram cometidos por homens, expondo a lesbomisoginia  e o lesboódio e o silenciamento da mídia ao falar deste tema. 


Sobre 28 de junho - Rebelião de Stonewall:

Não permita que publicações apaguem o protagonismo de Stormé! 
Uma lésbica que era parte de uma subcultura! 
Se ver um apagamento, diga/escreva: "foi uma lésbica negra butch começou tudo!"




Acompanhe nossas mídias sociais: 

Direitos autorais:
Artigo original do blog Moda de Subculturas. 
As fotos pertencem à seus respectivos donos, não fazemos uso comercial das mesmas. A curadoria e as montagens de imagens são feitas pelas autoras baseadas no contexto dos textos. Clique aqui e leia o tópico "Sobre o Conteúdo" nos Termos de Uso do blog para ficar ciente do uso correto deste site. 

1 de junho de 2024

Campanha Finalizada - Apoie conteúdo inédito sobre Subculturas e Moda Alternativa!

Sente saudades do blog das antigas?


Aqueles textões intermináveis e imagens explicativas?


Aquele conteúdo que você só via aqui e em nenhum outro lugar?


Nossas perspectivas críticas, analíticas, às vezes ácidas às vezes fofas mas sempre com embasamento, repertório e responsabilidade?


Campanha Finalizada . Em breve sairão as campanhas dos próximos meses! 


Chegou o momento de oportunidade de retornamos com o conteúdo, desta vez com um superpost para o blog!


Quer saber como? Acompanhe:



Criamos uma campanha no Apoia-se para que saia conteúdo novo por aqui!


Clica no link abaixo pra conhecer a proposta e as recompensas

https://apoia.se/modasub



Além da opção de apoio por qualquer valor acima de R$10,00, existem opções de recompensas.


E as recompensas são as ÚLTIMAS zines IMPRESSAS que tenho.

Separei também uma revista Gothic Station

E uma Moda de Subculturas (peguei do meu acervo, pois esta já está esgotada)



Por que apoiar?
Porque somos uma mídia independente sobre moda e cultura alternativa.


O que isso significa?
Que não temos patrocínio, nem financiamento nem apoio de empresas, marcas e 
agências de produção de conteúdo, fazemos tudo por nós mesmas, de forma autônoma 
e com liberdade de pautas e de expressão.


É trabalhoso criar conteúdo e nosso trabalho é majoritariamente intelectual:
Necessita-se de horas de pesquisa, leitura e escrita. E tem o processo de pesquisa de imagens apropriadas para ilustrar as postagens.

Se você gosta do que escrevemos, se quer conhecer mais sobre subculturas e estilos alternativos ou se quer ler nossas análises de assuntos relevantes a cultura alternativa, considere apoiar este projeto


O que é este projeto?
É um projeto de escrita de uma grande postagem (2024) 
e postagens menores sem limite de quantidade.


Como você pode apoiar?
Você pode apoiar com qualquer valor a partir de R$10,00.


Você pode comprar nossos zines ou revistas* impressos, que serão enviados por correio (o valor do apoio inclui o envio por carta registrada). Os zines já possuem desconto de seus valores originais devido a um desgaste no grampo. Essa categoria de recompensa acompanha dois marcadores de páginas exclusivos do Moda de Subculturas. Recompensas válidas até o fim do estoque. Serão enviadas ao fim da campanha.

E se a meta não for cumprida? 
Haverá um post de acordo com o valor arrecadado. Não será um "super post" como desejado, mas um post de bom tamanho, com qualidade e informativo, com imagens. Claro que o ideal é atingir a meta e termos um post grande e detalhado.

Transparência
Sobre as taxas: o apoia-se fica com 13% do valor arrecadado, ficamos com 87% do valor. 

Clica aqui pra apoiar!
Escolha sua recompensa!





© .Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa. – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in