.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Tokidoki: A Polêmica da Barbie Tatuada

21 de outubro de 2011

Tokidoki: A Polêmica da Barbie Tatuada

Tokidoki é uma marca californiana criada em 2005, inspirada na moda e cultura japonesa. A marca produz roupas, calçados, acessórios, brinquedos, perfumes e cosméticos ricamente ilustrados com a arte do italiano Simone Legno.

A Barbie de edição limitada criada pela marca, está esgotada em muitos lugares. A boneca tem estética alternativa: cabelos cor de rosa, tatuagens permanentes cobrindo seu pescoço, peito e ombros, leggings com estampa de leopardo, túnica preta com o logo da Tokidoki, composto por um coração e ossos cruzados. Seu cão, chamado "Bastardino", está vestido com roupa de cacto.

Esta boneca, de estilo diferente, assim como muitas outras Barbies, foi criada para os adultos. Porém alguns pais estão preocupados e querem que as tatuagens sejam removíveis dizendo que isso é inapropriado para as meninas. Eles também acham que a saia curta da boneca passa uma mensagem errada para as criancas.

A empresa Mattel, responde aos pais que a boneca é destinada à colecionadores adultos, está sendo vendida apenas em lojas de adulto e não em lojas de brinquedos. Os defensores da boneca dizem que a Barbie Tokidoki é interessante justamente por ter uma imagem diferente da convencional. "A Barbie nunca foi pra crianças, ela é uma boneca adulta com hábitos adultos e até mesmo profissões. É uma mulher adulta. Não reflete as meninas  e nunca refletiu, ela apenas dá à essas meninas uma idéia do que elas poderão ser quando crescer", diz uma blogueira americana.

Se a Barbie dá idéias às meninas de o que elas poderão ser quando crescer, parece que seus pais não querem que elas tenham uma aparência alternativa...
  • 9Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

9 Comments

  1. Nossa qual o problema da Barbie tem tatuagem? Até parece que as crianças não ver tatuados na rua, e se ver, qual o problema? ¬¬"

    ResponderExcluir
  2. Cabelos rosa, cheia de pulseiras, minissaia pink, leggin de onça, sapatos prata... mas essa Barbie sou eu! XD

    Tenho uma ideia pra solucionar o problema das tatoos: junto de cada boneca deveria vir uma cartela de tatuagem adesiva,com o mesmo desenho da tatoo da boneca! Assim as meninas poderiam ter o gosto de se tatuar sem os pais terem o drama de ser para sempre!

    ResponderExcluir
  3. bah eu achei lindona ela, mto melhor que aquelas típicas loiras. genial a parecia das duas marcas. povo tinha que parar com essas frescuras...

    e claro que pode divulgar o meeting nacional lolita, por favor!! seria ótimo! tem mais informações no blog http://mnlolita.blogspot.com/, e vc pode entrar em contato com a organização pelo e-mail mnlolitaria@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. E as meninas imitando as danças provocantes dos clips da Beyoncé? Tem muita pivetinha simulando relação sexual nestas coreografias que papai e mamãe nem nem notam né? Agora uma boneca de cabelo rosa e tatuagem é incitação a vulgaridade? Me poupem!Essa Barbie é a mais legal que a Mattel já lançou. É colorida, lúdica e divertida. Ô povo hipócrita...

    ResponderExcluir
  5. Pior que seria a única Barbie que eu compraria pra minha filha :P

    ResponderExcluir
  6. kkk me too. o cabelinho rosa é maravilhoso. quem me dera...

    ResponderExcluir
  7. Seria ótimo se a partir de agora, as meninas tirassem o estereótipo de que mulher bonita é loira, alta e usa roupas carérrimas.

    ResponderExcluir
  8. Pois é, eu também me lembro de uma comunidade americana moralista recriminando uma capa da rolling stones que mostrava uma Britney Spears usando calça de cintura baixa (bem comum por aqui) e um top curto. Uma babaquice isso. Até parece que as crianças vão imitar tudo exatamente como a Barbie faz, elas não têm cérebro, nem gosto e nem opiniões próprias...

    enfim, curti muito o post! Parabéns pelo ótimo blog.
    se puder, visite o meu, é sobre coisas fofas, seja na moda ou na vida: http://cottonmachine.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Graças ao meu irmão (e família) pagodeiros, ouvi muito na infância aquelas músicas cheias de sacanagens nas entrelinhas e com coreografias quase eróticas e não virei stripper.

    Em compensação, nunca tive uma barbie tatuada e tenho hoje uma tatuagem enorme. E aí?

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus
Pin It button on image hover