Destaques

19 de setembro de 2019

Rifa: Concorra a peças de 40 lojas alternativas nacionais! Saiba como participar!




Sim, você leu certo 40 lojas alternativas!! *_*


Recentemente a ONG Catland resgatou mais de 30 gatinhos de uma acumuladora. Alguns deles doentes. A Bela, social media da loja Reversa, adotou seu gatinho Serafim na ONG e ficou comovida com a situação dramática. Conhecendo de perto o trabalho deles, ela se engajou em criar e apresentar uma ideia de ajuda ao local através de uma rifa. Quarenta lojas alternativas toparam e cada uma participa ou cedendo peças ou vale-compras.

O prazo para participar é até 31/10, dia de Halloween, assim fica bem facinho de lembrar a data limite!

Vocês podem ver o trabalho da Catland clicando aqui.



Como é:

Cada loja escolheu uma prenda para ofertar (vale compra ou produtos), então a cada R$10 doados você vai concorrer a R$50 em vale-compras nas lojas:
(o @ se refere à perfil do Instagram).

@lojareversa, @spookiesbr, @lojaelizstore, @lojamoonblack, @apofisloja, @altsweetsam, @sigil_of_baphomet.br, @shortinhos.frufru, @dark_prophecy, @ladydark_store, @loja_darkfashion, @loja_horrorifica, @blacklistloja, @lojaaiya, @atelierleviathan, @bias.closet, @ravenousloja, @lojaaleafar, @vuduloja, @loja_minerva, @ravenheartstore, @lojagriz, @allrightmamabelanizia @lojanocturnalforest, @milenambuzart, @ladylee.alt, @zahacessorios, @usepinklemonade, @lojadarksabbat_, @satinelingerie e @luaateliebr.


E mais:

A @lojaviuvanegra dará 2 colares + 1 par de brincos.

A @crimsondoll.s vai fazer um gatinho de pelúcia todo fofo especialmente para o ganhador.

A @talita_pursey dará 1 bag ouija.

A @skullcraftsbytiti dará 1 colar, 1 par de brincos e 1 pulseira.

A @styling_rock dará uma toalha ou um biquini no valor de R$70.

A @ivory.fairy dará R$50 em vale compra que podem ser escolhidos entre acessórios ou sabonetes.

A @trapezia dará uma almofada de gato + 15% de desconto nas compras.

A @ocvlta.atelie dará R$50 em vale compras para a categoria "velas exclusivas".

A @lojainkybuh dará um kit de cadernos espiral personalizados com uma ilustração exclusiva nas capas.

As doações são feitas por meio de RIFAS.
Cada RIFA possui um número único e valor de R$10.


Ah mas eu quero comprar mais, PODE?

Claro, você pode comprar quantas RIFAS quiser!

Exemplo: se você doar R$30, ganha 3 RIFAS e tem 3 números concorrendo no sorteio.




O vencedor será divulgado no dia 31/10.
O sorteio será gravado e postado nos perfis de todos os colaboradores.

O objetivo é arrecadar R$ 10.000.
Todo valor arrecadado a mais do que o objetivo também será doado!


*Possível diferença no valor do vale compra por conta do vencedor.


Então queridos leitores do Moda de Subculturas, se quiserem concorrer basta acessar o link e comprar sua rifa ou então, faça a divulgação através de um destes links:

Link da Rifa: http://bit.ly/RifaCatland

Link da Rifa: https://abacashi.com/p/rifona-das-lojas-alternativas-para-ajudar-catland

Post do blog: http://www.modadesubculturas.com.br/2019/09/concorra-a-pecas-de-40-lojas-alternativas-nacionais.html

Caso poste em suas redes sociais, basta usar a imagem acima (cor de rosa com o gatinho preto).
Obrigada <3



Acompanhe nossas mídias sociais: 


8 de setembro de 2019

#10 anos de Moda de Subculturas: Pink é Punk!!

Você deve ter notado que a capa da revista e do zines Riot Grrrl (assim como suas páginas) estão cheias de tons de rosa, seja bem clarinho, seja mais forte. A escolha não foi à toa. 

Nos últimos anos, não há cor mais subversiva que o rosa. É o momento perfeito pra questionar os clichés de que a cor é apenas um símbolo de feminilidade. 

Parafraseando Valentino: Pink é punk. 



É a sociedade que define os sentidos das cores. 

E é nesse ponto que busco na história, o pink de Schiaparelli na década de 1920, que já nasce alternativo e pink do terno de Claude Montana nos anos 80, que reconhecia a autoridade social das mulheres.

O rosa foi o tom dos protestos políticos de jovens rebeldes nos anos 1960 e 70. 

A banda The Clash declarou que o rosa é "a melhor cor do rock 'n' roll".

Um triângulo rosa era utilizado para identificar homossexuais em campos de concentração e tornou-se um símbolo do ativismo gay. 

O famoso rosa Millennium é a cor dos questionamentos de estereótipos da geração jovem. 

Rosa é a cor que as  feministas começaram a se apropriar tornando um símbolo de força e não de frivolidade. 

Cada vez mais o tom desafia as ideias tradicionais da sociedade! Assim como no século 18, o rosa volta a ser uma cor sem gênero definido. 

Subverter o rosa, é subverter os papeis socialmente criados em relação às mulheres!

Desta forma especialmente a capa do nosso zine sobre o Movimento Riot Grrrl, ganha esse tom (literalmente) anacrônico, que une punk noventista, com pink feminista 2019!




Como um blog feito 100% por mulheres falando de subculturas (um tema que é dominado por homens) e de moda (sendo acusadas de frivolidade), nada mais ideal do que subverter e declarar: "Pink é Punk!" e podemos provar isso!

E você, o que acha da nossa escolha da cor?




Gosta no nosso conteúdo? Vem apoiar nossa Vakinha de 10 anos de blog:


Acompanhe nossas mídias sociais: 

2 de setembro de 2019

Sarah Amethyst é capa da revista Moda de Subculturas, dedicada à moda e cultura alternativa

Este ano o blog comemora 10 anos em outubro e pra celebrar tem 1 revista e 3 zines em conteúdo digital disponíveis para todos que apoiarem nossa Vakinha!! Com no mínimo R$25,00 você já garante suas edições!


Corre que o prazo pra garantir suas edições está acabando!


É com muito entusiasmo que apresento a CAPA OFICIAL da 
primeira revista brasileira dedicada à moda alternativa:



Quando surgiu a ideia de celebrar os 10 anos do blog logo veio a ideia de lançar uma revista comemorativa, esse é um desejo muito antigo e finalmente chegou a hora de realizar!! Sou daquelas que anos atrás fazia leitura de revistas alternativas estrangeiras buscando novidades porque não tínhamos uma revista de moda alternativa aqui. E agora teremos!! Fico extremamente feliz de dar mais esse passo tão importante para a mídia alternativa do Brasil com o apoio dos leitores do Moda de Subculturas.


Sobre a capa

Escolher a capa de uma revista não é tarefa fácil! 
São tantas pessoas incríveis, tantos assuntos fascinantes! 

Mas sendo essa uma revista de MODA ALTERNATIVA, eu quis colocar na capa principal uma pessoa que fosse ligada à esse universo, queria colocar uma modelo alternativa

E quando pensei em "modelo alternativa" e tudo que esse termo envolve, a Sarah Amethyst foi a primeira pessoa que me veio à mente.

Sarah demonstra dedicação e criatividade ao produzir seus ensaios super diversificados e muitas vezes surpreendentes, mostrando-se multifacetada e com capacidade de realizar os mais diversos tipos de trabalho. Sempre compartilhando o conceito por trás da temática das fotos, demonstrando seu repertório e interesse em cultura de moda. Além disso, consegue comunicar que moda - seja ela alternativa ou não - vai muito além superficialidade. A moda é expressão do self. 

E ao longo destes dez longos anos, este blog teve o compromisso de tratar moda alternativa com seriedade, tentando afastar ao máximo a ideia de que usar visual é futilidade, vide tantas matérias sobre subculturas e como seus estilos foram construídos visando a auto-expressão.

Na entrevista, Sarah falou muito sobre a importância do DIY, do "faça você mesmo" afinal, essa é a base da cultura alternativa. E talvez isso seja seu diferencial: mostrar que todos nós podemos colocar a mão na massa e realizar o que desejamos. 

A revista Moda de Subculturas e os zines são sobre pôr a mão na massa e produzir conteúdo de forma independente. Isso é o que nos une: manter viva a essência da cultura alternativa apesar de todas as adversidades do caminho!

Sobre o ensaio, Sarah contou em seu Instagram,  estar muito orgulhosa desse trabalho feito em parceria com pessoas super talentosas e  que a principal referência para o ensaio foi o trabalho da estilista Vivienne Westwood. Eu não poderia imaginar temática mais perfeita!! :D 



Sobre o processo de escolha de matérias

Infelizmente houveram algumas mudanças no percurso. Criar uma matéria de revista não é como escrever uma matéria de blog onde eu mesma corro atrás de produzir o conteúdo. Na revista, dependo muito mais de quem está comprometido a escrever e ceder fotos. E algumas vezes não houve compromisso, o que resultou em alteração de pautas. Talvez vocês sintam falta de um conteúdo x ou y, mas com certeza haverão outras oportunidades destas pautas aparecerem ou aqui no blog ou em outra publicação.

Talvez até mesmo por não termos ainda uma cultura de revistas alternativas, nem todos entendem que uma revista também é um veículo de divulgação de pessoas e marcas que estarão em suas páginas, é algo que com o tempo espero contribuir para que haja mais compreensão para que todos os que contribuem com a cultura alternativa possam ter mais um veículo de comunicação.

Revista Moda de Subculturas trará matérias que não estarão aqui no blog como, por exemplo:

- O legado contracultural dos Hippies;
- As origens das culturas vintage e retrô,
- Breve história da Moda Fetichista;
- A influência da Cultura Pop nas subculturas;
- Mulheres Trans nas Subculturas;
- Pin-ups negras;
- Medievalismo;
- Anarcofeminismo;
+ História da Moda;
+ Dança;
+ Arte.


Terá entrevistas com a Sarah Amethyst (capa), Marie Devilreux, Kemp von Sellessen, Mothmouth (blogueira do Through the Looking Glass), Henrique Kipper, Carol Sakuma.

E também ensaio de moda e a participação dos leitores no "Look do Leitor" (clique aqui pra saber como participar)! 


Zines: 





Zine Riot Grrrl - vamos homenagear aquela que é considerada a primeira subcultura criada por mulheres e para mulheres. Neste zine, contaremos a história do movimento com imagens dos próprios zines da época. Vamos enaltecer as meninas criadoras do Girl Power

Zine Dark Pin-ups - resultado de uma pesquisa iniciada em 2017 sobre um estilo que ficou conhecido no Brasil como "Dark Pin-up". Esse será um material exclusivíssimo, autoral e com uma abordagem ainda inédita no Brasil, trazendo história, descrição e análise.

Zine Subculturas e Estilo - O zine de 10 anos prestará uma homenagem à comunidade 'Subculturas e Estilo', do Orkut, criada em 2006 e que deu origem ao blog. Seu conteúdo será do jeitinho que tudo começou: pequenos textos sobre o estilo de algumas subculturas. Este zine trará bonecas de vestir criadas por nossas ilustradoras. E por quê bonecas de vestir? Porque esse foi meu primeiro contato, quando criança, de brincar com a moda, mas não tive a opção de ter bonecas em estilos alternativos/subculturais, hoje tornarei isso possível com a ajuda das ilustradoras @lacroc, @ilustra.annah@estranhadupla <3

Eu espero que vocês gostem do material e principalmente que continuem conosco pelos próximos anos!! São 10 anos (r)existindo como um dos poucos sites/blogs brasileiros sobre moda e cultura alternativa. E quero que saibam que chegamos até aqui e TUDO é possível graças à vocês! <3





* As capas poderão sofrer leves alterações no design até o dia de lançamento, mas o conteúdo não mudará.

© .Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa. – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in