.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Poesia Gótica: Há um Demônio atrás da porta │Elas São de Marte

6 de outubro de 2017

Poesia Gótica: Há um Demônio atrás da porta │Elas São de Marte

Lord Byron talvez seja o mais conhecido poeta gótico, assim como Oscar Wilde e sua literatura. E no Brasil Álvares de Azevedo e Augusto dos Anjos são destaques do Romantismo. No entanto, poesia gótica é um gênero ainda desprezado por editoras e não raro ouço pessoas dizendo que não apreciam esse tipo de leitura. Existe esta barreira entre os próprios admiradores de literatura gótica. A poesia se torna um estilo restrito aos incondicionalmente apaixonados por tudo que envolve horror e pitadas de sonhos sombrios independente do formato de escrita.


Há um demônio atrás da porta

Tempo atrás uma leitora entrou em contato dizendo que queria me enviar um presente. Recebi a proposta com bastante surpresa: o presente era um livro de poesias góticas escritas por ela mesma.

Karin Poetisa escreve, como o próprio nome sugere, poesia. Mas não qualquer poesia, ela escreve poesia gótica. Residente em Porto Alegre e premiada em vários concursos literários, Karin divulga seus escritos em seu próprio blog "Há um demônio atrás da porta", mesmo título do livro que ela me presenteou.




Em termos de poesia gótica, confesso que só havia lido os autores românticos do século 19, então foi com grande surpresa e satisfação que tive acesso a este livro com autoria de uma mulher! E nós sabemos como as mulheres são tão ocultadas da história, não é mesmo? Um poema que se chama "Plateia" lembra cena de filme. É assim: 

há fantasmas nas caixas de música.
quantas vezes elas tocam sozinhas?
as bailarinas dançam solitárias,
ou se exibem para as almas penadas?

Ao ler a poesia de Karin em vários momentos me senti ser transportada à um outro mundo. Ora de sonho, ora de pesadelos. Às vezes solidão ou pavor. Melancolia em diversos momentos. Várias passagens de leitura se transformaram em cenas na minha mente, trechos que ficariam perfeitos em filmes de terror.

Karin me presenteou com outro livro que mostrarei a seguir, ambos tem os direitos autorais cedidos à Vila dos Peludos, ONG de proteção aos animais sediada em Porto Alegre que resgata, trata e encaminha animais de rua para adoção. Então se você ama animais, é muito importante que compartilhem esta postagem com os amigos para que mais pessoas conheçam as obras literárias e possam ajudar os animaizinhos. Esse é um ato muito nobre da autora que merece respeito. 



Há um Demônio atrás da porta - Onde Comprar?


A Karin me mandou um segundo presente chamado "Elas são de Marte - Mulheres sem Censura", este publicado em 2015. Hoje muito se fala sobre feminismo e cada dia mais mulheres descobrem o sagrado feminino. Por séculos mulheres precisaram escrever sob pseudônimos masculinos para terem seus escritos publicados. Agora imaginem a situação de mulheres que escrevem sobre erotismo? Ainda hoje em nossa sociedade machista, as que expressam abertamente sua sexualidade não são bem vistas. Nascemos para sermos submissas, puras e românticas mas nunca devemos falar sobre "certos assuntos" pois escandalizamos. Segundo a introdução do livro, há necessidade de quebrarmos o tabu sobre as mulheres que escrevem sobre erotismo, mulheres das mais diversas idades e profissões.

Mulheres são de Marte? A historia vem sido escrita pelos homens há mais de dez mil anos. A mulher vem sendo culpada, demonizada e chamada de "bruxa" quando o homem não sabe lidar com seus desejos. É por isso que este livro tem seu valor subversivo. Cem mulheres foram convidadas a escrever, sessenta e oito delas deixaram seus escritos, incluindo Karin Poetisa. As trinta e duas mulheres ausentes sucumbiram ante ao preconceito da família e, vulneráveis tiveram que largar o projeto. Então este livro - que também tem o direito autoral cedido à ONG Vila dos Peludos, é uma obra muito importante para nós mulheres. Mulheres lendo mulheres. Mulheres deixando de ser de Vênus e sendo de Marte: guerreiras que não fogem à luta!




As 38 mulheres de Marte são listadas ao fim do livro.


Acompanhem Karin Poetisa:




Acompanhe nossas mídias sociais: 
Instagram ☠ Facebook ☠ Twitter  Tumblr ☠ Pinterest  ☠ Google +  ☠ Bloglovin´

Pedimos que leiam e fiquem cientes dos direitos autorais abaixo:
Artigo das autoras do Moda de Subculturas. 
É permitido usar trechos do texto como referência em seus sites ou trabalhos, para isso precisa obrigatoriamente linkar o artigo do blog como fonte. Compartilhar e linkar é permitido, sendo formas justas de reconhecer  nosso trabalho. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui presente sem autorização prévia. É proibido também a cópia da ideia, contexto e formato de artigo. Plágios serão notificados a serem retirados do ar (lei nº 9.610). As fotos pertencem à seus respectivos donos, porém, a seleção e as montagens de imagens foram feitas por nós baseadas no contexto dos textos.

  • 4Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

4 Comments

  1. Gurias,
    O trabalho de vocês é fundamental para o nosso "submundo". Obrigada pelo apoio!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Permitem-me postar uma compilação de cópias de tela desta matéria em meu blog?

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus
Pin It button on image hover