Destaques

18 de março de 2019

Entrevista com Sofia, proprietária da marca Spookies - #10anosModadeSubculturas

Como vocês devem estar acompanhando no nosso Instagram, este ano o blog comemora 10 anos de existência. Criei a #10anosmodadesubculturas para registrar todos os nossos posts comemorativos de aniversário, como é o caso de uma série de entrevistas que estou realizando com as lojas parceiras! Uma forma de vocês saberem mais sobre as quem são as pessoas, as ideias, os processos de criação e várias outras coisas que ficam por trás dos looks! =)

Vamos começar com a entrevista com a Sofia, proprietária da loja Spookies, onde o nosso cupom de desconto é SUBCULTURAS.




Sofia, quando e como começou a sua imersão pela cultura alternativa?
Sofia: Desde a adolescência quando percebi que meu gosto era um pouco diferente do que todas as minhas amigas curtiam, assim despertou meu gosto pelo alternativo desde: filmes cults, música e moda.

Conte-nos quando decidiu trabalhar com o segmento alternativo e ter sua própria marca. Você tem alguma formação na área de moda?
S: Sou jornalista e ao me formar fui trabalhar com jogos eletrônicos, pude viajar o mundo todo trabalhando em campeonatos gamers e conhecer um pouco mais sobre a cultura alternativa, ver que lá fora muita coisa era diferente, isto reacendeu uma vontade adolescente de trabalhar nesta área. Demorei uns 3 anos para amadurecer a ideia e planejar com gostaria que a Spookies nascesse.




O que você vendia no começo era diferente do que vende atualmente? Sei que agora você cria micro coleções temáticas lançadas ao longo do ano... 
S: No inicio da Spookies tinha a ideia de trabalhar com mais estampas corridas próprias, seria uma marca com estamparia diferentona mas com o passar do tempo fui conhecendo as “spookies" e vendo que elas procuravam algo com uma influência mais gringa. Fui moldando o meu sonho com os sonhos das meninas. As mini coleções vieram para sempre ter novidade e contar uma história sobre as peças e sobre as criações, tentar mostrar um pouco de como aquelas roupas foram construídas.


Como é seu processo de criação, de pesquisa e referências para desenvolver as peças? É seu gosto pessoal, um "feeling"... há alguma influência da estética das subculturas?
S: O processo é feito muito naturalmente são as músicas que ouço, os filmes, as pessoas que andam na rua e tem um estilo diferente, os livros ... O processo de criação está acontecendo todos os dias seja em pequenos insights ou em um desfile de moda.

É relativamente recente a venda de  peças plus size (acima do tamanho 44) em lojas alternativas nacionais. A Spookies desenvolve estes tamanhos também? Você já fez alguma pesquisa de público a respeito desse tema?
S: Trabalhamos já com modelagens mais inclusivas, o nosso P é maiorzinho e assim vai, o nosso GG veste tranquilamente uma menina que usa 48, e para as meninas que não se encaixam nas nossas medidas, fazemos peças sob medida. A ideia é que todas se sintam bem com seu visual.




Quais são as suas dificuldades como empresa pequena para se manter em funcionamento? Quais os pontos altos de ter uma marca alternativa?
S: As dificuldades são que você como dona de uma marca pequena, faz quase tudo, é a estilista, compra o tecido, pensa na campanha de marketing, olha o que está vendendo... enfim, mil tarefas para uma só pessoa mas agora a Spookies já tem alguns colaboradores que ajudam muito neste processo. E os pontos altos são ver pessoas se aceitando, vestindo momentos incríveis, se sentindo melhores com elas mesmas. Enfim, não tem nada mais gratificante que fazer parte de uma cadeia de trabalho que recompense bem e valorize as pessoas.

Qual sua análise sobre o mercado alternativo no Brasil?
S: Comparado com o que via há 5 anos fora do Brasil ainda é muito atrasado mas vejo um crescimento lindo acontecendo, muitas marcar surgindo, influenciadoras, acredito que o cenário está crescendo.


Como é a visão da marca sobre consumo consciente e questões de sustentabilidade? Vocês já praticam ou tem algo em mente para o futuro?
S: Desde o início procurei levar para a marca os valores que acredito, por isto, que toda nossa cadeia de trabalho é bem remunerada desde as pessoas que são nossos colaboradores como parceiros, valorizamos o trabalho de todos da nossa cadeia. Uma forma que vimos de impactar menos o meio ambiente é ter um estoque mais enxuto, algumas peças são produzidas após a compra do cliente.
Busco sempre tecidos e formas de estampar que não agridam tanto o meio ambiente. Todos nossos produtos são veganos, mesmo porque eu sou vegetariana também, mas a ideia é sempre evoluir e procurar novas maneiras de ser melhor não só para a comunidade alternativa mas para a sociedade como um todo.

Uma das questões que o blog aborda é sobre manter o estilo alternativo quando adulto. Você sente ou já sentiu alguma pressão para mudar de estilo por causa da idade?
S: Eu realmente não ligo de mostrar e ser como sou, as pessoas que me veem não pensam que tenho 35 anos, e realmente não me importo, mas nunca sofri preconceito porque sempre trabalhei em áreas que “aceitavam” este meu estilo.



____

Espero que tenham gostado dessa entrevista com a Sofia, mais uma das nossas super garotas empreendedoras! E a dica extra é: acompanhem a Spookies nas redes sociais porque toda semana rola algum cupom de desconto novo! (com mais desconto que o nosso cupom hehe!) 




Acompanhe nossas mídias sociais: 
Direitos autorais:
Artigo original do blog Moda de Subculturas. 
É permitido compartilhar a postagem. Ao usar trechos do texto como referência em seus sites ou trabalhos precisa obrigatoriamente linkar o artigo do blog como fonte. Não é permitida a reprodução total do conteúdo aqui presente sem autorização prévia. É vedada a cópia da ideia, contexto e formato de artigo. Plágios serão notificados a serem retirados do ar (lei nº 9.610). As fotos pertencem à seus respectivos donos, não fazemos uso comercial das mesmas, porém a seleção e as montagens de imagens foram feitas por nós baseadas no contexto dos textos.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

Instagram

© .Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa. – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in