.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Plágios: como estão afetando o Moda de Subculturas (e como vocês poderiam nos ajudar?)

26 de abril de 2017

Plágios: como estão afetando o Moda de Subculturas (e como vocês poderiam nos ajudar?)

Hoje, 26 de abril, comemora-se o dia da propriedade intelectual. É um dia para se debater, entre outros temas envolvidos, o direito autoral. Neste mês acompanhei dois casos de plágio que foram bastante comentados no Facebook, o da artista Nath Araújo e o da pesquisadora Palmira Margarida, além do caso de Ash Costello.


© Valfré https://valfre.com

Adoraria que este dia passasse batido, mas as duas mulheres acima nos encorajaram e chegou a hora de trazer à tona o fato de que artigos do Moda de Subculturas tem sido plagiados em outros blogs e sites há um bom tempo. Pessoas que trabalham com mídia, jornalismo e produção de conteúdo, copiaram ideias de artigos, o formato e os publicam inclusive em grandes veículos de mídia, sem nos citar nem pedir autorização de reprodução dos trechos de artigos. 

Pesquisamos e formamos nossas opiniões e análises sobre subculturas, moda alternativa e sua relação com o mainstream. Em nossos posts, há informações de domínio público junto com resultado de nossas pesquisas. Nós sabemos quando uma informação é nossa e quando é de domínio público. Quando vemos nossa informação autoral é que confirmamos o plágio, pois a pessoa só pode ter tirado a informação de um local: o local de origem, a fonte: o blog. Sempre deixamos claro ao fim de um texto, a declaração de direito autoral, não é por falta de aviso que o desrespeito acontece.

Optamos por publicar nosso conteúdo de graça para que todos tenham acesso, pois acreditamos que somente com informação e conhecimento, os alternativos se tornarão mais conscientes de suas historias, origens, importância social e até de seus legados. Pegamos informações restritas e colocamos pra todo mundo ler. Assim, esperávamos que em retribuição nos citassem e linkassem quando usassem nosso material. Mas ocorre o contrário, nos silenciam, se apoderam de nossas opiniões, pesquisas e/ou pior: levam nossos artigos pro trabalho e ganham dinheiro. Além de estarem fazendo uso indevido, estão matando a ideologia deste blog. 

Isso nos faz repensar o que publicamos aqui, pensamos até em criar um site fechado só pra assinantes, mas temos consciência que nem todo leitor poderia bancar uma assinatura privada de conteúdo, além de que, na cultura da cena alternativa nacional já existe tão pouca informação disponível, porque excluir pessoas e restringir ainda mais as informações se não somos nós que estamos erradas?

Publicar de graça pra nós, não era um problema, faz com que todo mundo venha nos visitar, comentar, somar e fiz dezenas de amizades que eu nunca faria se esse blog não existisse. Conseguimos colaboradoras maravilhosas que mantém viva a chama alternativa e leitores que sei o nome de cor, de tanto que comentam! Dizem que quanto “maior” um blog, mais distante ele fica. Pra nós, isso não é real, nós nunca crescemos ao ponto de chegar ao mainstream, continuamos pequenas comparados a outros blogs de moda, continuamos produzindo conteúdo sozinhas - inclusive conteúdos de forma mais completas do que no começo do blog! Colocamos nosso padrão de qualidade lá em cima e queremos manter. Nosso intuito sempre foi espalhar informações, crescer, plantar sementes, por que então estas pessoas vem com uma tesoura afiada e nos podam dessa forma? Por que elas tem medo de indicar o link de onde eles pegaram a informação autoral*?

 
como-saber-se-voce-esta-plagiando
Muito legal esse infográfico sobre plágios! Fonte.

Lidamos com a barreira de, em certos meios da Moda, não levarem a sério pesquisa sobre subculturas. Mas desde o primeiro post, nós unimos moda mainstream e moda alternativa de uma forma que nenhum blog/site havia feito no Brasil até então, provando o contrário, que Moda e Subculturas andam muito juntas, tem uma história juntas e estão cada dia mais interligadas! Agora estas pessoas querem beber da nossa fonte sem creditar? Não podemos deixar que os copiadores usem o Moda de Subculturas como um “berço” de pautas que eles não são capazes de criar por si mesmos. Que criadores de conteúdo/jornalistas são estes?

Considerando que vocês são as pessoas mais importantes pra nós, as que apoiam e fazem esse blog existir, decidimos perguntar à vocês: o que acham que devemos fazer? Postagens pagas, financiadas pelos leitores? O que vocês pensam sobre isso? Pelo que observei, não é comum patrocínio de conteúdo escrito, mas muitos financiam projetos de trabalhos independentes, e talvez seja esta a forma de desenvolvemos juntos um trabalho legal sobre subculturas de forma que nós sejamos beneficiadas e não as pessoas que plagiam. Somente o autor pode lucrar com sua obra. Acham que seria justo? Caso discordem, sugiro que deixem alguma outra sugestão nos comentários, e-mail ou em nossas redes sociais. Vamos analisar com carinho. 

Somos um blog independe escrito por mulheres, somos Girl Power, temos veia punk, somos outsiders, roqueiras, rebeldes com muitas causas e esse blog é nosso espaço de voz! É nosso portifólio de trabalho pra quem nos contrata como criadoras de conteúdo! Há diversas matérias engatilhadas, e ainda temos as maravilhosas colaboradoras! Podemos mudar nossa abordagem de artigos mas não vamos parar! Continuamos porque escrevemos sobre o que amamos!


DICAS:
Se você se deparar com conteúdo semelhante ao de algum post do Moda de Subculturas, o que fazer?
Primeiro nos contate mandando o link do site e vamos analisar. Não denuncie o site/perfil, pois no caso de ser realmente um plágio, precisamos que o material esteja online para poder comparar e pegar as provas.
Nosso e-mail: modadesubculturas@gmail.com 

Como usar corretamente nossos artigos?
Você pode: Compartilhar livremente os link em todas suas redes sociais. 
Linkar nossos artigos em trabalhos acadêmicos.
Como nos linkar no seu site/blog? Usando o(s) link(s) que você consultou.
Como nos citar no seu site/blog? Usar aspas nas frases que você pegar do blog e deixar o link usado como referência.

Não é correto:
Usar um artigo como referencia e linkar assim: http://www.modadesubculturas.com.br/
O correto é linkar o(s) artigo(s) que você usou, por exemplo:  http://www.modadesubculturas.com.br/2016/09/a-origem-e-moda-de-elvira-rainha-das.html

O que você não pode:
Usar o conteúdo de uma forma que pareça que foi você quem escreveu, isso seria plágio. 
Se você quer usar nossos artigos em algum zine ou revista: precisa pedir autorização antes. 
Se você quer usar nosso conteúdo pra algo que você vai ser remunerado: precisa pedir autorização antes pois provavelmente vai ter que nos remunerar também (direito autoral). 

Tudo certinho?

Então seguimos em frente porque ao contrário dos plagiadores, 
ideias não nos faltam, o que nos falta é tempo
para desenvolvê-las! Até o próximo artigo!



* Pode parecer difícil diferenciar informação de domínio público de informação autoral, estamos vendo um meio de sinalizar isso nos artigos, mas  citar e linkar o post ainda é o caminho certo. Resumidamente, se você viu uma informação x somente aqui, aqui é a fonte. Se esta informação está em dezenas de sites ao redor do mundo, é domínio público.

P.S.:
Muitos estudantes me contatam perguntando sobre livros, autores que usamos, pesquisas. Vai rolar um post comentando isso. ;)


Acompanhe nossas mídias sociais: 

  • 2Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

2 Comments

  1. Ah Sana, isso não acontece somente em blogs grandes não. Eu já vi, e inclusive sempre recebo mensagens, indicando outros blogs que copiam a ideia que estou desenvolvendo (dos esteriótipos de gótico, que você conhece) na cara dura! Acho isso ridículo, uma completa falta de postura da pessoa, principalmente porque sabe que dá trabalho criar algo. Eu mesma cheguei até a entrar em contato com a ilustradora daqueles desenhos para conversar sobre minha ideia e tal, pra que já não seja mal interpretada, mas olha... não sei se é coisa de brasileiro ou se é coisa do ser humano mesmo. Lamentável! /:

    Seja como for, no final, a autenticidade sempre vence. Acredito nisso!
    #StayStrong lindeza! Hauha!
    Beijos

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura que estão fazendo isso com seu projeto?? Não custa nada a pessoa creditar né?
      Acredita que uns meses atrás bati boca no face com uma pessoa que plagiou a arte dessa ilustradora? A pessoa praticamente se dizia criadora dos desenhos, colocou um logo e eu falei que ela não era criadora nada e tinha plagiado sem autorização. Causei tanto que a pessoa deletou o post.

      É bem mais legal quando nos creditam e de repente até nascem parcerias e amizades, mas as pessoas preferem esconder e bancar os "criadores" de algo que elas só copiaram...

      É isso aí Jaque #StayTrue #StayStrong <3

      Excluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover