.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Em Curitiba: Psycho Carnival e Zombie Walk + Tutorial da Fantasia "Enfermeira Zumbi"

18 de fevereiro de 2017

Em Curitiba: Psycho Carnival e Zombie Walk + Tutorial da Fantasia "Enfermeira Zumbi"

O carnaval de Curitiba tem uma extensa e única programação que atrai visitantes de todo o mundo há mais de 15 anos. O evento promete diversão de uma maneira diferente, alternativa, um carnaval fora do comum que conta com o Psycho Carnival, Curitiba Rock Carnival e a Zombie Walk. Como esses eventos são localizados no centro da cidade, quem se organizar bem terá uma vantagem: poderá comparecer em todos no mesmo dia. Abaixo, veremos mais detalhadamente o que dois desses eventos oferecem para este ano. 

O Psycho Carnival, maior evento de música psychobilly da América do Sul, acontecerá de 24 a 27 de fevereiro no Jokers Pub. Com a tradição de contar com bandas de diversas partes do mundo, este ano terá Tall Texans (Reino Unido) e Phantom Rockers (USA) e trará uma das maiores bandas do estilo, The Meteors, também conhecidos como precursores do gênero.

O festival conta com uma média de 6 bandas por noite e na página do Facebook é possível encontrar detalhes de todas as atrações. A venda dos ingressos pode ser individual ou pacotes dos dias escolhidos, mas não deixe para comprar de última hora porque são limitados! O cartaz oficial do evento já está disponível.



As meninas da As Diabatz estarão no Psycho Carnival deste ano.

Paralela à programação do Psycho Carnival, temos a Zombie Walk, que é resultado de uma parceria com outros produtores da cidade. Esse evento atrai pessoas de todo o país que pretendem fugir do carnaval tradicional. Neste ano, a 10ª edição ocorrerá dia 26 de fevereiro e começará com uma concentração na Boca Maldita ao meio dia, porém a caminhada só começará às 13 horas, indo até o MON. A festa terá muitas pessoas criativas e de todas as idades, desde bebês maquiados e idosos cobertos de sangue a grávidas que improvisam artes incríveis em suas barrigas. 

Copyright Beatriz Braun (Zombie Walk 2016)

Para aqueles que não se produzem para ir ao evento, há a possibilidade de se produzir lá mesmo, pois o festival conta com estandes de maquiagens no local de saída da Zombie Walk, com preços que variam entre dez e trinta reais, sendo a única forma de renda do evento. Além disso, os participantes contam com uma grande atração: a reprodução da dança do Michael Jackson no videoclipe Thriller. O próprio evento monta uma turma e cria um curso para treiná-la e apresentar a coreografia na parada.

Alunos da Disco Dance Company na Zombie Walk de Curitiba

Em minha opinião, a melhor parte da Zombie Walk é elaborar sua própria fantasia e depois admirar a de todos os que estão por lá. Na caminhada, podemos encontrar de tudo, como já citei, colegiais ensanguentadas, noivas, freiras, donas de casa, açougueiros, caçadores de zumbis etc. Se você ainda não tem ideia do que fazer ou precisa de mais inspiração ofereço um tutorial de maquiagem de uma "Weird Nurse", uma espécie de enfermeira-zumbi esquisitona.
 
Beatriz Braun fantasiada de Enfermeira Morta-Viva e de "Zombie Girl"

 Tutorial de maquiagem de enfermeira zumbi




Não deixem de comentar se já foram em algum evento alternativo no Carnaval ou se pretendem ir neste ano!
 
Fantasiada de Chapéuzinho Vermelho [aqui]




Autora: Beatriz Braun, 18 anos, Curitiba. Estudante de Publicidade e Propaganda, modelo, performer, pole dancer. Produz fotografias, vídeos e produções no site Filthy Pop onde também fala sobre seus trabalhos, tutoriais e viagens. ♀ corporate punk rock whore ♀ Instagram // Youtube


Revisão: Valéria O´Fern [biografia aqui]



Acompanhe nossas mídias sociais: 

  • 2Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

2 Comments

  1. *-*... Vou para Curitiba! :( É tão trágico o fato de Brasília não possuir mais eventos alternativos assim. Fiquei super interessada no Zombie Walk (já participei três anos seguidos aqui em Brasília), porém não acontece mais. E queria conhecer como rola o Psycho... Ai ai, Brasília está perdendo grandão em questão de eventos alternativos.

    Até mais!
    Karolini Barbara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma mesmo que as cidades Brasileiras ainda não tenham descoberto esse potencial. Toda cidade tem seus alternativos e passou da hora de abraçar o pessoal que quer se divertir fora dos padrões nestas datas! Curitiba tá de parabéns!

      Excluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus
Pin It button on image hover