.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: A moda alternativa de Ammerman Schlosberg

21 de maio de 2015

A moda alternativa de Ammerman Schlosberg

Ammerman Schlosberg é uma marca nova iorquina que vem despontando no exterior por apresentar roupas irreverentes que provocam a seriedade dos negócios de moda. Seu último desfile repercutiu em canais de moda como Dazed and Confused, chegando a ficar na lista das dez melhores belezas da temporada de Inverno 2015, segundo a revista.

Tendo criadores ligados às subculturas, constroem coleções que fogem de abordagens convencionais. Para quem ama uma moda conceitual sem limites, a união dos melhores amigos Elizabeth Ammerman e Eric Schlosberg, chega como mais um nome para ficarmos de olho nas passarelas estrangeiras. Como bons alternativos, a pouca informação existente no site dá prioridade ao trabalho da dupla. Então, aqui vai uma rápida entrevista dos designers ao CR Fashion Book intercalado com imagens de suas obras.

Eric Schlosberg e Elizabeth Ammerman

Como vocês se conheceram? 
Eric Schlosberg: "Nós nos conhecemos na loja Seven New York, no SoHo. Elizabeth veio para fazer compras e eu já estava trabalhando lá. Pouco depois, ela foi contratada e nos tornamos rapidamente muito próximos."

Elizabeth Ammerman: "Começamos a sair o tempo todo e, eventualmente, decidimos começar a nossa própria linha por causa de interesses em comum e estética semelhantes".

Quais são as suas origens e como eles lhe ajudaram a chegar onde você está agora? 
ES: "Eu sou originalmente de Miami, que era um lugar superestranho para crescer. Há muito excesso e 'glamour' em todos os lugares que você olha - o que pode explicar o meu vício para brilhar. Além disso, o sul da Flórida tem uma enorme cena gótica. Foi onde eu encontrei o meu lugar, sem mencionar que estabeleceu minhas sensibilidades de moda."

EA: "Sou originalmente de uma pequena cidade do Texas. Era muito conservadora e não tinha muito como explorar conhecimento de moda e ir além. Quando fui para Nova York estudar, eu peguei o máximo de fantasias de escola que pudesse. Aprendi que a roupa pode ajudar a criar significado numa personagem e gosto de pensar que o que você veste é um suporte para suas experiências diárias."

Desfile Inverno 2015. Nomeada de "Hospital Peludo", a coleção traz uma mistura de Guro Lolita e referências médicas devido a família de Eric trabalhar na área:

O que inspira vocês? 
ES: "Eu sempre fui fortemente influenciado pela música. Sou um grande fã de Marilyn Manson. Ele e Twiggy Ramirez são meus ídolos desde a 4ª série."

EA: "Eu me inspiro em trajes históricos e Halloween. Eu também sou inspirada por praticamente todas as subculturas - Gótica, Lolita, Punk. Amo pegar estereótipos e dissecá-los."

Subculturas sendo destaque na passarela da marca:

Qual é o processo de criação de vocês? 
"Costumamos ter um tema dependendo do estado de espírito que sentimos para a temporada. Os pontos de foco não têm que necessariamente fazer sentido, mas isso é o divertimento dele - colocá-los juntos de uma maneira estranha que funciona. Na temporada passada pensamos que seria engraçado fazer uma coleção de Natal para a Primavera, que depois evoluiu para uma história sobre uma garçonete de 1950 que mexe com magia negra no celeiro do seu pai."

Quem é a mulher Ammerman Schlosberg?
"A mulher Ammerman Schlosberg é brincalhona, intelectual, sexy, poderosa, e definitivamente tem um lado obscuro. Ela sabe o que está fazendo."

Detalhe da coleção Verão 2015:

É tão bom encontrar jovens designers alternativos que conseguem resgatar na moda a ousadia das subculturas sem ter que ficar na neura de ser vendável ou não. Deixo vocês abaixo com um vídeo legal da dupla fazendo compras naquelas lojas americanas gigantescas de Halloween. Enquanto para os cidadãos comuns são só meras fantasias, Elizabeth e Eric mostram que para muita gente também são peças usadas no dia a dia.




Gosta do Moda de Subculturas?
Acompanhe nossos links:
Google +   Facebook   Instagram   Bloglovin´ 


  • 3Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

3 Comments

  1. Gente.. que incrível!
    Fico feliz de saber que ainda tem gente que pensa mais em estilo do que em venda fazendo moda.
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Interessante a ideia por parte das criações deles. Vamos esperar para que se mantenham firmes em seu próprio trabalho, sem se importar com o mercado.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de marcas assim, que apresentam um conceito e que se preocupam antes de mais nada com a identidade e com o público que eventualmente pode se interessar em comprar as roupas.

    Poesia em Transe

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover