.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Marchesa Casati

21 de julho de 2010

Marchesa Casati

"Marchesa Casati, que usava maquiagem pálida e andava por seu palácio em Veneza parecendo uma cadáver." Valerie Steele


Um pouco de cultura com a história de Marquesa Casati que é, de alguma forma referência na estética gótica/vamp/anos 20.

Luisa Casati (1881-1957), nascida em Milão e denominada Marquesa Casati Stampa di Soncino após se casar com o marquês Camillo Casati, era uma milionária exibicionista que vivia transitando entre as capitais europeias dando festas em seus vários castelos e tinha tigres como animais de estimação. Patrona das artes, ela usava roupas desenhadas por Fortuny e Poiret. Uma mulher fascinante, excêntrica, com um estilo de vida excessivo e extravagante. Uma lenda da moda.

Muito alta e magra, Luisa usava vestidos de rendas de Veneza, mangas balão, cintos e jóias. Ela também branqueava o rosto e esboçava os seus famosos olhos imensos com lápis preto. Usava cobras como colares e causava sensação quando ela andava com elas. Luisa gostou da modernidade das criações de Fortuny, incluindo vestidos de renda plissada, vestidos e cachecóis luminescentes e ajudou a popularizar o designer.

Seus trajes ousados e cabelos tingidos de ruivo não ajudavam na sua reputação. Teve vários amantes e foi cruel a sua própria família, enviou sua filha para longe em uma escola rigorosa num convento e nunca a visitava. Depois de sua irmã foi desfigurada por meningite e Luisa parou de convidá-la para saraus públicos.

Seu retrato de Giovanni Boldini, onde ela usa um vestido preto de cetim Poiret, um grande chapéu com fitas e penas e exibia uma faixa violeta, a tornou famosa em toda a Europa. Artistas e fotógrafos eram ansiosos para capturar o retrato dela.

Em 1930, Casati tinha acumulado uma dívida pessoal de R$25 milhões. Incapaz de satisfazer os seus credores, seus pertences pessoais foram leiloados. Rumores dizem que uma das licitantes foi Coco Chanel. Luisa fugiu para Londres, onde viveu na pobreza. Foi espalhado boatos de ela ter sido vista remexendo em caixotes à procura de penas para enfeitar os cabelos. Morreu em Londres em 1 de Junho de 1957, e foi enterrado no Brompton Cemetery. Um fim trágico para a lenda, que fizera a si mesma em uma obra de arte. Ela foi imortalizada em inúmeras histórias, filmes e coleções de designers como John Galliano que dedicou à ela sua coleção primavera/verão de 1998.

A citação "A idade não pode murchar ela, nem seu velho costume variedade infinita" de Antony e Cleopatra de Shakespeare foi inscrito em sua lápide como epitáfio. Ela foi enterrada vestida elegantemente de preto e pele de leopardo e um par de cílios postiços. Seu túmulo é discreto, muito difícil encontrar e apesar de sua fama e riqueza é bem modesto em comparação com os milhares de grandes monumentos no Brompton Cemetery.

 Tilda Swinton como Marchesa Casati em editorial:


Marchesa Casati em pintura de Giovanni Boldini e o anúncio do perfume John Galliano inspirado na obra em 2008.

  • 1Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

1 Comment

  1. Muito legal o post!
    Não conhecia a história da Marchesa Casati!
    Adorei as imagens, realmente deve ter sido uma mulher interessante e cheia de estilo.
    Beijos
    Deze

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover