.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: O Rococó

1 de julho de 2010

O Rococó

O Rococó é outro período histórico que constantemente influencia a moda underground.
Se para nos lembrarmos da era Barroca, a referência é a história de "Os Três Mosqueteiros", para se lembrar da estética Rococó, basta se lembrar da Rainha Antonieta, da França.
E mais uma vez, assim como em qualquer era, a melhor forma de identificar as roupas do período é através de obras de grandes artistas. Uma grande vantagem dentre os períodos anteriores, é que há muita referência visual desse período.

O Rococó (1730 - 1789) foi um estilo artístico surgido na França como desdobramento do Barroco. Se a imagem barroca era feita de luz e somba influenciado pela religião luterana, os retratos do rococó eram eram ao ar livre ou com muita luz,  a vida era baseada nos prazeres profanos da aristocracia francesa.
Inicialmente usado como decoração de interiores,  passou da arquitetura para todas as formas de arte. O estilo era inspirado nos prazeres da vida mundana,  com temas sobre a nobreza, o luxo da aristocracia e delicadeza nos motivos e nas cores; caracterizado pela abundância de formas curvas e de elementos decorativos como conchas, arabescos, flores, frutas,  conchas, laços e flores.
Tons pastel, sensualidade discreta, festas ao ar livre, elegância, alegria, frivolidade e exuberância são acaracterísticas deste estilo quando conectado com a moda. O requinte era acentuado pelos tecidos que eram normalmente cetim, brocados e rendas, principalmente em tons pastel.

A moda feminina até meados do século XVIII: um dos trajes típicos do rococó era o chamado vestido à francesa que era composto por uma saia, uma sobresaia e um pedaço de tecido triangular que cobria o peito e o estômago e era encaixado numa abertura frontal do vestido, o busto podia ser adornado com fitas. Essas peças iam por cima de um corset e a saia possuía uma armação lateral. Estes vestidos ainda eram enfeitados com babados, amarrrações, fitas e flores artificiais, tudo muito excessivo, porém harmonioso, sofisticado e delicado. Nesse período, a roupa interior tornou-se importante assim como os penteados e os acessórios  como leque e luvas. 
A moda masculina até esse período era ricamente decorada, o que os dava  um aspecto afeminado, cheio de fitas e rendas. Com coletes e calças até o joelho complementadas com meias brancas.




Marquesa Madame de Pompadour:


Lá por 1760, os cabelos femininos que eram penteados baixos, começaram a se elevar a partir de um altíssimo topete saindo da raiz dos cabelos e esticado sobre uma almofada, chegando até quase um metro de altura e cobertos de plumas. Cachos caíam dos lados e a estrutura era mantida por longos grampos. Essa almofada, que provocava dores, foi substituída com o tempo por uma armação de arame onde o cabelo era enrolado com ajuda de mechas falsas.

A partir da década de 1770, começa-se uma anglomania na França, incorporam-se certos costumes ingleses como o de passear pelo campo e desfrutar o ar livre.
O vestido de corte mais representativo desse momento tinha uma saia estendida lateralmente mediante amplas ancas, uma extravagância usada como modo de defesa da nobreza para demonstrar poder exagerando no refinamento na opulência. Afinal, os imensos penteados eram adornados com carroças, cestas de frutas, moinhos, animais, barcos, todo tipo de fantasia escapista incorporada pelo conceito de Jean Jacques Rousseau de “retorno a natureza”.

Maria Antonieta foi uma das precursoras do estilo que iria refletir esse tema "natureza" e que era influenciado pela anglomania. Tentando escapar dos rigores da vida na corte, a jovem rainha começou a vestir-se com um simples vestido de algodão e um grande chapéu de palha. Ela imaginava ser uma pastora e para tanto criou um ambiente perfeito num chalé dentro dos jardins do Palácio de Versailles.Talvez uma forma escapista de fugir da decadência da monarquia e de seu futuro nebuloso.

Retratos da Rainha e cena do filme Maria Antonieta:


As roupas femininas desta segunda metade do século XVIII eram tão exageradas que o volume e peso das roupas dificultavam o andar. As saias eram extremamente volumosas e muito estendidas lateralmente, a parte de cima do corpo era afinada pelo uso dos espartilhos, mas deixavam os sapatos à mostra. Os sapatos femininos eram delicados e enfeitados. Em mais quantidade que no começo do século, eram usados as rendas e os brocados em laços e flores por homens e por mulheres. A maquiagem, também era um diferencial de status pois apenas as mulheres da corte podiam utilizar círculos bem definidos de blush um vermelho intenso nas bochechas. Aqueles penteados imensos eram empoados de branco e intocados por meses, viravam abrigos de piolhos, fazendo com que uma vareta comprida, o "coçador" fossem enfiadas dentro do penteado tentando aliviar a coceira. Os chapéus eram permitidos apenas para as pessoas mais abastadas. Toda essa elegância das pessoas da corte era para um estilo de vida cômodo e muitas horas de ócio.


Cena do filme Orlando com a atriz Tilda Swinton:


A roupa de homem nesse período ficou mais simples; o gibão transformou-se no fraque. As calças eram justas até os joelhos, usavam camisa, colete, casacos largos,  golas baixas, meias e sapatos de salto. Os cabelos ou as perucas eram amarrados atrás em rabo de cavalo.
Lentamente a estética escapista rococó desapareceu e sua delicadeza foi substituída pelos violentos anos da Revolução Francesa.



A Revolução Francesa basicamente foi a revolta do povo contra o governo (estamos precisando disso aqui no Brasil, não?) e moldou a França a forma como conhecemos o país hoje. Entre as heranças dessa revolução está  a  gastronomia, pois os cozinheiros dos palácios tiveram que procurar emprego nos restaurantes populares, fazendo com que a cozinha refinada ganhasse as ruas;  outra herança é que tornou-se um padrão a cor branca , véu e guirlanda de flores como símbolo da inocência virginal das noivas, pois era a forma que as moças da época rococó se casavam.


Um trecho do filme Maria Antonieta que mostra bem os exageros da corte:





No Brasil, o Barroco pode ser visto nas cidades históricas mineiras, em sua arquitetura e decoração, nas obras de artistas como Aleijadinho.

Postagem sobre o Rococó na Moda Alternativa, aqui
Mais postagens sobre história da moda no link Moda Histórica.
O texto foi escrito por mim, de acordo com minhas pesquisas em livros de Moda lançados no Brasil. Se forem usar para trabalhos ou sites, citem o blog como fonte. Leiam livros de Moda para mais informações e detalhes.

  • 10Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

10 Comments

  1. Olá,Sana!
    Gostei muito do post apesar no exagero das roupas na época.
    Penso comigo:Como aquelas mulheres aguentaram usar tanta coisa pesada,imagino o tal metal pra segurar os cabelos.
    Achei as peças legais e acredito a criatividade subcultural possa tranformá-las em peças mais usuáveis e menos "torturantes".
    Muito interessante aprender mais sobre essas épocas já que estimula a criatividade já que são tão incomuns hoje em dia usar coisas parecidas com esses periodos.
    Eles estimulam a criatividade(pelo menos estimula a minha criatividade)
    :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Sana!
    Adorei o post!
    Acho a arte barroca muito bonita, mas não conhecia muito da moda... Só tinha visto o filme da Maria Antonieta com a Kristin Dunst.
    Gosto do filme por causa da trilha sonora também, toca Hong Kong garden da Siouxsie hehe.
    As roupas são lindas, mas muito exageradas.
    Concordo com o Sirius, e acredito na criatividade da subcultura gótica para adaptar essa moda :)
    Sobre meu blog, eu não sei o que está acontecendo :/ Deve ter algum problema no código, preciso dar uma olhada, vou tentar pergguntar pro google também.
    Obrigada por me avisar :)
    Beijos
    Deze

    ResponderExcluir
  3. Luciana Fontenele8 de março de 2011 14:44

    Olá Sana,
    Nem consigo dizer o quanto gostei de seu blog.
    Seus textos são ricos e bem elaborados, sem mencionar a sua pesquisa de imagens.
    Eu faço faculdade de história e pretendo usar a "A história do vestuário" em meu trabalho de conclusão.Seu blog é a minha maior fonte de inspiração.

    beijos e continue com ótimo trabalho.

    ResponderExcluir
  4. Oi Luciana,
    Sou ao contrário de você: formada em moda e com paixão por história, especialmente a do vestuário!
    Fico muito feliz que aprecie o blog, os textos e as imagens(sempre acho que preciso melhorá-los!) e mais feliz ainda por servir de inspiração =D
    Sucesso e volte sempre ;)

    ResponderExcluir
  5. Ola Parabéns por essa matéria adoro o periodo baroco, adoro rococó um estilo romantico muito lindo,acho um periodo da moda que foi muito lindo roupas com bastante acabamento babados, ropas perfeitas.
    Bjx Rebeca

    ResponderExcluir
  6. Não sabe o quanto seu blog me foi útil! Estudo Moda, e na matéria de História da Indumentária tinha que pesquisar sobre a indumentária masculina do séc. XVII e me apaixonei pelo estilo Rococó. Parabéns, e obrigada! :)

    ResponderExcluir
  7. oO achei legal seu blog num sou nem experte
    mas absolvi bastente conhecimento...

    http://obscurian.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. muito legal aprendi muita coisa
    Parabens, continue se otimo trabalho...
    Tenho um blog tbm mas nem sou muito dedicado
    http://obscurian.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ótimo artigo sobre o rococó!
    Eu sou adepta da moda lolita há cerca de seis anos e acho realmente incrível quando encontro artigos tão bem escritos a respeito da minha época favorita!
    Estou traduzindo o artigo para o inglês e, se não for problema, gostaria de publicá-lo em meu blog, Antique Ballroom. Gostei mesmo do que escreveu.

    Minase.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode traduzir sim! Contanto que coloque este link como fonte original ;)
      E se quiser depois me mande o link traduzido pra eu ver como ficou! ^^

      Excluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover