.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Streetwear Subversiva: A coleção de Rihanna para Fenty x Puma Fall 2016

13 de fevereiro de 2016

Streetwear Subversiva: A coleção de Rihanna para Fenty x Puma Fall 2016

Os desfiles internacionais já começaram e permanecem as inspirações alternativas subculturais. Pra quem não sabe, essa relação entre moda mainstream x subculturas foi um dos motivos da criação deste blog. E ainda hoje é um assunto que rende muitas análises e observações!

Destaco agora o desfile Fenty x Puma Fall 2016, com a colaboração de Rihanna. Segundo a cantora, "se a família Addams fosse para a ginástica, seria isso que eles usariam" e "Sou mais inspirada pela atitude do que por qualquer coisa". O review da Vogue complementa: "a coleção tem menos a ver com "atleticidade" e mais a ver com streetwear subversiva".

Rihanna não tem medo de se arriscar na moda, isso a gente já sabe. Ela já se declarou fã de heavy metal e vira e mexe aparece com estéticas com pé no alternativo (seapunk, alfinetes, fetichismo, cabelo rosa... citando algumas). O mais bizarro de tudo isso é que atualmente a gente tem encontrado atitude e vanguardismo em artistas pop e não em artistas do rock. Eu ainda não me habituei 100% com isso, é um tapa na cara, mostrando que já passou da hora das roqueiras verem a Moda e a expressão pessoal de outra forma, resgatarem a palavra "atitude" que era tão presente na cena rock antes da popularização do Gothic Metal e suas femininas divas intocáveis comportadas de beleza perfeita...


Selecionei looks mais streetwear, com pegada Health Goth, mas as peças mais esportivas pode-se ver no site da vogue.












 



 

 
Acompanhe nossas mídias sociais:
Instagram Facebook Tumblr Pinterest  Google +      

  • 8Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

8 Comments

  1. Olá,
    Achei bem diferentão, mas gostei. Curti bastante! Eu também nunca fui "normal", se assim pudermos colocar, nunca gostei de me vestir coo todo mundo e etc. Deve ser por isso que me afeiçoei tanto a moda alternativa, rock e gótica (que foi a onda que entrei primeiro).

    Beijos...
    Karolini
    http://womenrocker.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma opção para quem gosta do lado mais esportivo, afinal, alternativos não se vestem de uma só maneira, pelo contrário, o legal é independência de poder ousar. Por isso a gente curte, né Karolini?

      bjks!

      Excluir
  2. Wow that's really cool!
    <3
    Nancy
    www.glamretrostyle.com

    ResponderExcluir
  3. Ngl concordo demais que o pop acabou tomando a vanguarda da ousadia estética, especialmente em se falando das artistas negras. Eu diria até que a população negra americana tá numa situação emocional/política coletiva semelhante à dos jovens punks nos anos 70, tipo "cansei de ser ignorado e de me submeter aos seus valores, agora vou botar pra f*der". Acho que isso tem muito a ver com a politização, também. A cena alternativa num geral ficou bem despolitizada e portanto cheia de estética desprovida de ideologia. Agora é que tem gente voltando a se politizar -- mas num momento em que direitos humanos já são um assunto na mainstream. Enfim.

    Num dos looks lá no site da Vogue tem umas meias pretas transparentes com dizeres em kanji bastante controversos. Isso é porque dentre as frases impressas estão "神風特別攻撃隊", Kamikaze Tokubetsu Kougekitai (Esquadrão Especial Kamikaze), e "天皇陛下万歳", Tennou Heika Banzai (Vida Longa a Sua Majestade o Imperador). Dá pra ver melhor aqui nessa foto do Instagram da Elle Taiwan: https://www.instagram.com/p/BBuefEHg3QR/. O único lugar que eu vi falando sobre isso foi o Oh No They Didn't, aqui: http://ohnotheydidnt.livejournal.com/100302524.html

    Eu consigo ver no uso desse tema tão controverso uma retomada à atitude punk de iconoclastia irônica -- não foi a própria Siouxsie que já usou braçadeiras com suástica e posou na frente da bandeira de guerra japonesa? Mas ao mesmo tempo eu fico me perguntando a validez de trivializar crimes de guerra só por atitude/shock value, ainda mais considerando que entre os dizeres tem coisas bem banais tipo "Pyuma (sic) Collection", "Flat", e tal.

    O que vocês acham sobre isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Arietide! Obrigada por compartilhar a informação com a gente. É importante quando a Moda adota o viés político pois é de sabedoria a força que ela exerce sobre as pessoas. A estética punk utilizou de tal arma, provocou a sociedade usando símbolos de guerra para mostrar a que nível de atrocidade nós, seres humanos, podemos chegar. E isso foi uma desconstrução e tanto!

      Já a Rihanna era bom ter uma pronúncia, senão ficamos no achismo. Mas caso tenha sido por marketing, às vezes toma-se um rumo inesperado e acaba se criando um debate. Depende de como as pessoas reagem, se vão encarar como algo banal ou não.

      Excluir
  4. Olá, gostaria de sugerir uma entrevista com o blog Santta Tendencia. Gosto muito do estilo dela, que varia elementos góticos, do heavy metal, punk, cigano, vitoriano, etc. Ela é uma grande inspiração "fashion" para mim porém não sei quase nada sobre ela. Obrigada, e tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir

Obrigada por ler o post! ♥ E aí, o que achou? Conta pra gente!!
As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada ;)

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover