.Moda de Subculturas - Moda e Cultura Alternativa.: Sobre o post da Moda na Galeria do Rock

6 de abril de 2010

Sobre o post da Moda na Galeria do Rock

Bom, como devem ter reparado, a postagem sobre minha decepção com algumas lojas da galeria do rock (click aqui para o post), foi super comentada pelos visitantes do blog. Uma das pessoas que comentou, me mandou o link de uma comunidade do orkut que comentou meu post.

Uma moça que comentou na comunidade está citando minha postagem de forma um pouco revoltada; vou fazer uns pequenos esclarecimentos que inicialmente não achei necessários, mas acho desigual ela poder falar mal do meu post lá e de meus parceiros e eu não poder me "defender". 

As peças de moda alternativa podem e devem ter o preço mais alto que as roupas normais - sempre disse isso aqui no blog! - mas eu não compro peça que eu ache que não vale o preço, seja pra marca underground, marca mainstream ou grife.

O que me incomodou nos posts da Ana Cranes no orkut e nos comentários do blog (motivo de eu postar este texto), foi a seguinte frase dela no orkut: "Só em poucas partes do texto ela diz que 'algumas lojas se salvam', mas repito não tem PEITO de falar quais são, pois troca banner com muitas lojas que criticou." 

Eu não sei de onde ela tirou no texto que as lojas que critiquei são as minhas parceiras de banner. Qualquer loja pode ter banner aqui no blog, porque eu não tenho NENHUMA relação com elas. Minha intenção com os banners é pura e simplesmente divulgar marcas alternativas no Brasil sem nenhuma relação pessoal com elas e nenhum retorno financeiro (alguns blogs cobram por banner ou exigem presentinhos: o meu não). *
E não existem SÓ as minhas parceiras de banner na Galeria do Rock! 
Existem MUITO mais lojas lá que nem sequer tem nome, site ou que os nomes não são "lembraveis". Fora um monte de loja com roupa amontoada (bem underground mesmo).
E eu não sei porque eu não "tenho peito" ao não citar o  nome das lojas.  Não tenho o direito de expor as lojas aqui! Tenho ética e sou educada o suficiente para não fazer isso. Não seria uma atitude elegante de minha parte.
Não entendi porque ela tomou as dores do meu texto e está tão incomodada com o post. Post este cujo foco não foram as lojas e sim, minha decepção por quase sair de mãos vazias: eu fui pra gastar!! Não achar nada estiloso, bonito e com preço compatível...decepciona qualquer cliente!

A partir do momento que criei o blog, eu sabia que além de sugar informações sem acrescentar nada de útil, algumas pessoas iam discordar de minhas opiniões e querer em debater. Até aí tudo bem, mas se revoltar pela minha decepção? Além da falta de interpretação de texto, tem coisa aí. Não sei o que é e nem quero saber.

O consumidor sabe o que gosta e paga pelo que quer, não creio que eu tenha prejudicado algum lojista de lá expondo minha opinião, afinal, todos que acompanham o blog sabem que eu apoio todas as marcas alternativas brasileiras e as divulgo (de graça!) sempre que dá. E não deixarei de apoiá-las. Há muito mais lojinhas undeground por esse país afora e que não as divulgo aqui porque acabo por selecionar as que tem ao menos o mínimo de qualidade, parece que não, mas tenho meus métodos de seleção e observação das marcas.

Tenho certeza que os lojistas mais sensatos e menos defensivos entenderam meu post como uma crítica construtiva, com intuito de melhoras na moda  alternativa brasileira, afinal eu não fui lá como profissional, fui como consumidora. Se eles não viram isso como uma crítica construtiva, de uma consumidora que não gastou seu dinheiro, desculpa, não posso fazer nada, não posso pensar pelos outros.

Curioso como uma postagem despretensiosa falando apenas da singela decepção de uma consumidora por sair da Galeria quase de mãos vazias se tornou um debate sobre a pessoa que postou, preços e moda no Brasil. Não entendo porque pessoas dão importância à coisas tão pequenas.

* Nesta época (abril/2010) o blog não tinha um espaço comercial como tem hoje e eu postava banners de loja completamente de graça, sem parceria de publipost.
  • 7Blogger Comment
  • Google+ Comment
  • Facebook Comment
  • Disqus Comment

7 Comments

  1. Lady Skull

    Primeiro peço mil perdões por não ter pedido permissão para postar seu texto no orkut, mas eu amei aquele texto pq falou exatamente oq penso.
    De toda sorte, nada mais justo vc se defender.
    Parabéns pelo blog, parabéns pelos textos.
    Ah, antes que me esqueça, sou a moça que fez o tópico!

    Beijos,

    Nay

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Imagina, sem problemas postar link do blog!
    Eu fiquei sabendo porque a moça chamada Ana veio aqui comentar a postagem.

    Acho válido qualquer tipo de debate sobre a moda underground/alternativa no Brasil, contanto que seja um debate "saudável", respeitando opiniões diferentes.

    Que bom que está gostando do Blog! Como profissional da Moda, estudiosa e amante da moda underground, é um prazer imenso saber que o blog está sendo apreciando, ainda mais porque passo um bom tempo pesquisando marcas, estilistas e revistas que podem ser interessantes para os leitores!

    Beijos e volte sempre!

    ResponderExcluir
  3. Eu concordo com você no que diz respeito àquele texto, e muito. Muitas vezes eu já me decepcionei procurando roupas na Galeria e sai com camisetas em mãos, por que é a única coisa que se encontra com abundância e com uma boa qualidade (ainda assim, não é confiável).

    Tudo é extremamente igual, todas as blusas têm o mesmo recorte; aqueles corpetes com bojo, feitos de laicra sirrê (sei lá o quê) com fita, renda, vermelho, preto, roxo... Tudo sempre igual! E é uma coisa digna de generalização SIM, por que o que muda se chama "exceção", e isso está ficando raro pela Galeria.

    Minha singela opinião é a seguinte; você arruma muito material excelente para mostrar em seu blog, fotos lindas de editoriais magníficos com ideias super inovadoras (mesmo para o cenário underground) das quais não temos nenhum acesso aqui. Faltam pessoas sem medo de inovar para nos proporcionar esse tipo de variedade.

    Óbvio que há lojas magníficas, com ótimos produtos, mas no geral (ou "generalizando") está um descaso só...

    ResponderExcluir
  4. Concordo com o que a Desdhemona falou! Segunda-feira fui na galeria também, e passei pela mesma coisa que você e que ela...
    Achei ótimo você ter feito aquela postagem no seu blog, pois acredito que como consumidora é o primeiro passo pra tentar mudar o cenário da moda underground nacional.
    E além de faltar variedade das roupas no underground, faltam iniciativas como sua e do seu blog, que divulgam editoriais, desfiles, lojas estrangeiras e etc, para nos inspirarem e apresentar roupas que não são todas iguais como a gente sempre vê por aqui.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou leitor novo do seu blog, devido principalmente aquele texto da Galeria que encontrei naquela comunidade. Eu não entendo nada de moda e estou me interessando um pouco pelo tema olhando alguns dos seus posts, então não me envolvi no tópico. Entretanto, dou algumas considerações sobre a autora do Tia Gótica:

    Pessoalmente, eu não tenho problemas com ela, porém ela sempre demonstra claro passionalismo referente aos temas mais fúteis (no caso, de música, algo que eu entendo bem, e situação da cena gótica no país) e completa falta de coerção lógica. Claro que isso é fácil de refutar e uma pessoa assim não consegue levar um debate muito longe, porém, gente como ela ao invés de ajudar aquilo que defende atrapalha. Não precisa saber com profundidade um tema, porém ela foi claramente maliciosa por razões que me fogem a razão e, não dúvide, também se sentiu lesada - mesmo não sendo a intenção do seu post em lesar ninguém. Ou seja, não leve-a sério, porém continue defendendo o que é seu, sem passar de um post no máximo.

    Mas claro, vou ser justo e te elogiar, mesmo você fazendo algo digamos que "sem querer": Embora aparente desabafo, você fez realmente uma crítica. Seu texto apresenta fatos, você descreve sua passagem de maneira minuciosa e comenta até possiveis alternativos que deveriam existir e ao final, concluir seu raciocínio baseado no "polo" da moda do underground Você não fez um desabafo, você fez uma crítica mesmo, profunda. Claro que um post rico desse não deixaria de ser comentado caso divulgado pelo orkut, não dúvide que ele seja usado como referência para outros blogs (e eu usarei, em breve, no meu blog) e que gente tão pretenciosa como a Ana apareça, assim como gente que fica encantado com sua forma de narrar esse dia entediante que passou. Não quero que fique chatiada por isso, pois muitas outras virão com o tempo e um blog quando cresce começa atrair esse tipo de gente, fatalmente. Logo, é melhor deixar após esse post o assunto como enterrado.

    E espero ver mais desses "desabafos" no seu blog, assim como "elogios" e outras críticas, na mesma forma que foi essa sua crítica, nos próximos posts.

    ResponderExcluir
  6. Gótico, obrigada pelas palavras!
    Eu não iria fazer uma segunda postagem sobre minha visita à galeria, só a fiz porque a moça começou a escrever lá no Orkut que eu estava falando mal de minhas lojas parceiras, incitando uma confusão entre mim e elas, colocando palavas na minha boca. Achei isso injusto, pois ela poderia ter me prejudicado se tivesse insistido com o assunto.

    Eu linkei marcas que conheço, de pessoas amigas, que tenho contato, eu seleciono. E se eu tiver problemas com as roupas delas, eu mando email, como já fiz, eu não escrevo aqui, pois acho que não preciso expô-las. E recomendo sempre que as pessoas que tiverem problemas com roupas façam o mesmo, que contatem a loja e reclamem, pois assim elas podem identificar o erro e tentar consertar.

    Eu fui à galeria pra gastar dinheiro. Eu sou seletiva mesmo, não sou mais adolescente, então foi decepcionante sair de lá de mãos vazias sendo que eu estava disposta a gastar. Eu perdi tempo mas as pessoas lá perderam dinheiro e uma cliente a mais. há que se pensar nisto.

    Eu posto coisas nesse blog que eu poderia guardar pra mim, fazer segredo, como fiz por muitos anos. Mas eu decidi dividir isso com estranhos, pesquiso, leio matérias em outras linguas, vou nas lojas, leio revistas do mundo todo, contato pessoas e monto os textos, sempre com muita imagem. Pessoas vêm aqui e se informam. Eu não ganho nada com este blog, apenas satisfação pessoal e algumas amizades. Mas tem gente que só vem pra sugar, criticar e não faz nada pra melhorar. É a velha história da carapuça que sempre serve em alguém.

    E eu vou continuar apoiando a moda underground nacional, pois há bom profissionais aqui que merecem reconhecimento. Estamos muito atrasados perto dos EUA, Alemanha, Inglaterra, Japão e agora, Canadá. As marcas precisam se profissionalizar, ver a moda como mercado, como identificação de personalidade, precisam sair do gueto.

    Volte sempre e continue dando dicas de postagens sempre que quiser, confesso que meu foco é a modad feminina, estou aos poucos pesquisando mais sobre a moda masculina.

    ResponderExcluir
  7. Querida, vc tem o direito de criticar o que quiser e tem mais: a cena kiltística está péssima tb...

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! As respostas serão dadas aqui mesmo, então não esquece de clicar no botão "notifique-me" pra ser informada.

comments powered by Disqus

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover